Um Boeing 747 ex-VARIG é explodido (de verdade) em novo filme de Nolan

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

O mais novo filme do renomado diretor Christopher Nolan terá uma estrela ilustre, um Jumbo Boeing 747-200 que pertenceu à VARIG. O “problema” é que ele foi explodido de verdade. Assista ao trailer abaixo.

Boeing 747 Varig

O filme TENET é o mais novo longa de Nolan, diretor responsável por grandes sucessos recentes como Interestelar e Dunkirk, este último com cenas incríveis de combate aéreo entre o caça britânico Spitfire e o alemão BF-109. Agora, novamente uma aeronave terá destaque no filme, que irá explorar novamente a temática da ficção cientifica.

Em TENET, a personagem protagonista é interpretada por John David Washington (filho de Denzel Washington, o mesmo ator de “O Voo”), que é recrutado para ser um agente especial e, obviamente, salvar o mundo.

Avião Boeing 747 VARIG PP-VNA
PP-VNA em Guarulhos – Foto de Benito Latorre

Até aí, poderia ser mais um filme ao estilo da série Bourne ou Missão Impossível, mas Nolan irá explorar a reversão de fluxo do tempo, que não é uma viagem no tempo, já que as coisas voltam no tempo como fosse uma fita sendo rebobinada.

O trailer do filme já está disponível e você pode assistir abaixo. No final, é possível ver o momento em que o Boeing 747 é detonado e explode (de verdade) numa ação coordenada por Robert Pattison (Saga Crepúsculo).

Ainda não se sabe qual é o plano por trás de explodir um 747, ainda mais cheio de passageiros, mas faz parte do estilo de Nolan não explicar as coisas antes do filme.

Jumbo da VARIG

O Jumbo em questão é o 747-200 de atual matrícula LN-WTJK que na Varig tinha a matrícula PP-VNA como adiantamos há alguns meses, com exclusividade.

Depois da empresa brasileira, o 747 foi convertido para cargueiro e operou para a Air Hong Kong, e depois para a Cathay Pacific, antes de ser mandado para o deserto, onde permaneceu por alguns anos. No filme, ele está com as inscrições da companhia fictícia Norskfreight.

Nolan falou que comprar o Jumbo foi algo impulsivo, mas que saiu mais barato explodí-lo de verdade do que contratar uma equipe para fazer a animação (CGI) toda a partir do zero, além de outros “takes” com maquetes.

Pelo jeito o Jumbo não será apenas um figurante, e sim um ator em seu último ato. O filme chega ao Brasil no dia 23 de julho, isso se a pandemia permitir.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias