Boeing 777 perde contato de rádio sobre a Europa

Os serviços de emergência foram acionados na Europa, após o voo PK786 da Pakistan International Airlines perder contato por rádio com o controle de tráfego aéreo enquanto sobrevoava a Europa Central.

O avião, um Boeing 777-200 fazia o voo diário de Londres para Islamabad na quinta-feira, 27 de fevereiro, quando perdeu o contato de rádio por um período de cerca de 50 minutos. Foi o suficiente para que todo um aparato de segurança fosse mobilizado.

Segundo relatos do The Aviation Herald, o controlador perdeu o primeiro contato com o voo PK786 sobre o espaço aéreo alemão. Quando o voo entrou no espaço aéreo tcheco, o ATC tcheco também não conseguiu resposta da tripulação do Boeing 777, após várias tentativas. 

Com isso, caças tchecos decolaram e escoltaram o voo até a fronteira com a Hungria, onde a Força Aérea Húngara já havia o aguardava com seus caças Gripen. Voando a 37.000 pés, lado a lado com a aeronave, os pilotos dos caças tentaram mostrar-se presentes e fizeram vários sinais aos pilotos do triplo-sete, que permaneceram incólumes ao fato.

No entanto, apesar da falta de contato, o voo parecia seguir o curso normal, conforme planejado no plano de voo, e os aviões de combate apenas mantiveram o voo nivelado, sem necessidade de ações mais duras. Apenas quando já estavam sobre a Romênia, a comunicação foi restabelecida com o Controle de Área de Bucareste às 20:18 UTC (17:18 de Brasília). 

Problemas de contato

Os ATC instruíram a tripulação a pressionar ‘ident’ em seu transponder por diversas vezes, numa tentativa de avaliar se o voo estava sofrendo de uma falha de rádio unidirecional. Também foram feitas tentativas de contato através da frequência mundial de emergência (ou GUARD) em 121,5 Mhz, todas sem sucesso. Por sua vez, os pilotos paquistaneses também não inseriram sem seu transponder o código 7600, mostrando que eles não tinham se dado conta da falha.

Nenhuma nota foi emitida pela empresa aérea até o momento e o incidente está sendo investigado. Algo aconteceu no cockpit para que os pilotos simplesmente ignorassem os contatos via rádio, mesmo sabendo que estavam passando por sobre vários países e que era necessário se identificarem.

Esse é um protocolo dos mais básicos na aviação comercial e não deve ser ignorado por qualquer tripulação. Segundo o AvHerald, os incidentes foram confirmados pelas Forças Aéreas mencionadas acima.

Foto: Raytheon Company

Violações de protocolo

Para que a tripulação de um grande avião comercial não note vários pedidos de contato, inclusive vindos de aviões de combate voando à sua altitude, vários protocolos foram violados.

Como um país não interfere na soberania de outro, a Europa não pode punir os pilotos da PIA pelo incidente, no entanto, isso conta negativamente para a reputação da empresa aérea, que pode ser simplesmente banida de voar em espaço aéreo europeu.

A Pakistan International é uma empresa com inúmeros incidentes, com as mais diversas origens, sobre os quais você acompanha por aqui. Então, não será surpreendente se ela for banida de voos à Europa em algum momento no futuro.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Homem Laser Helicóptero Polícia Flórida

Homem detido após apontar laser para aeronave da polícia; ação foi...

0
O homem de 48 anos foi preso ao usar um apontador para atrapalhar e colocar em risco uma operação de aeronave.