Boeing 787 é movido por forte vento e atinge veículo no aeroporto de Brisbane

Cena do vídeo que você assiste a seguir nesta matéria

Cenas registradas no Aeroporto de Brisbane, na Austrália, mostram que o local foi submetido a vento de intensidade tão alta que tirou levemente de sua posição um grande avião de voos de longo alcance.

A aeronave vista no vídeo da ocorrência é a registrada sob a matrícula VH-ZND, um Boeing 787-9 Dreamliner da companhia aérea Qantas que possui uma pintura especial indígena estampada em sua fuselagem em alusão à cultura australiana.

Conforme o vento atinge lateralmente o avião de 62,8 metros de comprimento, a pressão que empurra da direita para a esquerda a parte vertical da cauda (estabilizador vertical) faz com que o nariz se desloque no sentido contrário, com o trem de pouso dianteiro virando e afastando-se da marcação de posição de estacionamento no solo.

O registro teria sido feito na manhã da última quinta-feira, dia 21 de outubro, quando a cidade de Brisbane foi submetida a uma grande célula de tempestade com ocorrência de um tornado, fenômeno incomum na região, que passou exatamente pelas imediações do aeroporto.

A própria administração do aeroporto emitiu um comunicado alertando sobre as condições meteorológicas adversas enfrentadas naquele dia, dizendo: “Evento Meteorológico Severo: as imediações do aeroporto estão sendo submetidas a atividade severa de tempestade. Os impactos estão sendo avaliados. Atrasos em voos são previstos. Verifique com sua empresa aérea para atualizações. Para sua segurança, por favor mantenha-se protegido se possível”.

Depois, durante a noite, o Serviço de Meteorologia confirmou que “um tornado ocorreu durante uma tempestade de supercélulas perto do aeroporto de Brisbane. Evidências de vídeo mostram o tornado tocando o solo brevemente.”

Segundo informou já na sexta-feira o principal site de notícias da Austrália, até aquele momento o aeroporto havia recebido 91 milímetros de chuva somente naquela manhã, mais do que toda a média mensal de outubro para o local.

Ainda não há informações oficiais sobre o estado da aeronave, porém, relatos indicam que ela teria sofrido dano ao atingir o veículo de carregamento que é visto a seu lado no vídeo. A suposição de danos também é reforçada pelo histórico de voos do Boeing 787, que chegou de Los Angeles na manhã daquele dia e depois não voltou a voar até a publicação desta matéria neste dia 24 de outubro.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias