Boeing anota mais 200 pedidos do 737 MAX, sendo 150 do maior modelo da família

Foto: Boeing

Confirmando a informação que já havia vazado no mercado, a Boeing e a United Airlines anunciam que a companhia aérea expandirá sua frota de 737 e comprará mais 200 aviões 737 MAX, sendo 150 aeronaves do maior modelo da família, o 737-10, e o restante do modelo 737-8, que atende o mercado de corredor único. A nova compra prepara a frota da United para atender o crescimento e aceleração da demanda por viagens aéreas.

“Nossa visão ‘United Next’ revolucionará a experiência de voar com a companhia à medida que aceleramos nossos negócios para atender à retomada das viagens aéreas”, disse Scott Kirby, CEO da United Airlines. “Ao acrescentar e atualizar, rapidamente, esse grande número aeronaves com nossos novos interiores característicos, combinaremos serviço amigável e útil com a melhor experiência aérea em toda a nossa principal rede global. Ao mesmo tempo, essa mudança ressalta o importante papel que a United desempenha no fomento de uma economia mais ampla nos EUA. Esperamos que a aquisição dessas novas aeronaves tenha um impacto econômico significativo – em termos de geração de empregos, gastos de viajantes e transporte de bens e serviços – nas comunidades que atendemos”.  

A compra aumenta a frota da United para 380 aviões da família de corredor único com eficiência de combustível, incluindo 30 que já foram entregues. A companhia aérea foi a primeira no mundo a encomendar o 737-10, em 2017, quando converteu 100 pedidos do 737-9 para o modelo maior. O acordo de hoje também inclui a compra de pacotes de dados do simulador de treinamento do Boeing 737 MAX para apoiar os programas de treinamento de pilotos da United.

Projetada e construída em Renton, Washington, a família 737 MAX oferece eficiência, flexibilidade e confiabilidade superiores, enquanto reduz o uso de combustível e as emissões de carbono em pelo menos 14%, comparada com os aviões que substitui. O 737-8 acomoda até 189 passageiros e tem autonomia de voo de 3.550 milhas náuticas – cerca de 600 milhas a mais que seu antecessor – permitindo que as companhias aéreas ofereçam rotas novas e mais diretas aos passageiros. 

O maior modelo da família, o 737-10 acomoda até 230 passageiros em uma configuração de classe única e pode voar até 3.300 milhas. O jato com baixo consumo de combustível pode cobrir 99% das rotas de corredor único, incluindo aquelas atendidas pelos 757s.

“Estamos lisonjeados com a confiança da United Airlines na equipe da Boeing e nos aviões que projetamos e construímos todos os dias. Nossa sólida parceria, que remonta à fundação da United, nos ajudou a crescer e enfrentar os desafios ao longo das décadas. À medida que esperamos a recuperação que se anuncia, estamos honrados que a United tenha escolhido mais uma vez o desempenho, a eficiência e a flexibilidade da família 737 para potencializar sua rede crescente. Nossa equipe está entusiasmada em construir centenas dessas novas aeronaves e cumprir um acordo histórico que solidifica nosso futuro juntos nas próximas décadas”, disse Stan Deal, presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes.

Informações da Boeing

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias