Início Indústria Aeronáutica Boeing celebra venda de 15 jatos 737 MAX para empresa de...

Boeing celebra venda de 15 jatos 737 MAX para empresa de Dubai

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Boeing Rendering

A Boeing e Dubai Aerospace Enterprise (DAE) anunciaram hoje (20) que o locador de aeronaves está aumentando seu portfólio 737 MAX com um pedido de 15 jatos 737-8. O novo pedido é a primeira compra direta do 737 MAX da DAE da Boeing, uma vez que moderniza seu portfólio para melhor desempenho econômico e ambiental.

Firoz Tarapore, CEO da DAE, disse: “Estamos muito satisfeitos em aprofundar nosso já forte relacionamento com a Boeing. Incluindo este pedido, possuímos e gerenciamos 162 aeronaves Boeing. Um número crescente de reguladores da aviação global está devolvendo o MAX aos céus. Estamos confiantes no sucesso dessas aeronaves, uma vez que as viagens aéreas domésticas e regionais estão vendo fortes sinais de recuperação”.

A nova compra é o segundo investimento da DAE no 737 MAX. No terceiro trimestre de 2020, o locador assinou um acordo com a American Airlines para comprar e arrendar de volta 18 novos aviões 737-8. Desde o acordo, o locador entregou 17 dos jatos à transportadora norte-americana. A DAE já havia concluído um acordo semelhante de compra e leaseback com a operadora brasileira GOL para cinco 737-8.

O 737-8 é um membro da família 737 MAX, que foi projetada para oferecer mais eficiência de combustível, confiabilidade e flexibilidade no mercado de corredor único. O avião pode voar 6.570 quilômetros – cerca de 1.000 km a mais que seu antecessor – permitindo que as companhias aéreas ofereçam rotas novas e mais diretas aos passageiros. 

Em comparação com os aviões que substitui, o 737-8 também oferece eficiência superior, usando 16% menos combustível e reduzindo significativamente as emissões de CO2 e os custos operacionais.

Sair da versão mobile