Boeing emite nota oficial sobre o problema durante teste de estresse do 777X

Paine Airport Air Picture 777X
Imagem: Paine Airport

Na última semana, um teste de certificação do novo Boeing 777X, o maior bimotor do mundo, resultou numa falha que causou uma repentina despressurização e uma das portas teria estourado e voado para longe. Nesta terça-feira (10), a Boeing emitiu um comunicado oficial:

Durante um teste de estresse que envolve dobrar as asas do avião até um nível muito além do esperado em serviço comercial, realizado em um protótipo de teste estático do modelo 777X, surgiu um problema que exigiu que a equipe suspendesse a atividade. O problema ocorreu durante os minutos finais do teste, quando aproximadamente 99% das cargas já haviam sido aplicadas sobre a asa, e envolveu uma despressurização da fuselagem traseira.

A equipe de teste seguiu todos os protocolos de segurança e estamos realizando uma avaliação abrangente da causa-raiz nas próximas semanas. O avião estático está sendo testado com sucesso desde junho, e esse foi o teste estático final para o modelo. Embora nossa avaliação da causa-raiz continue, não esperamos que isso tenha um impacto significativo no projeto da aeronave ou no cronograma geral de testes. Continuamos totalmente focados na segurança como nossa maior prioridade, pois submetemos o 777X a um rigoroso programa de provas antes do primeiro voo.”

A Boeing não comentou no comunicado, mas a despressurização repentina fez com que uma das portas do porão de cargas estourasse. Os testes extremos com as asas sempre são acompanhados com bastante atenção e “apreensão”, como se vê nesse vídeo abaixo:

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.