Boeing entrega 50% mais aviões em março do que no mesmo mês do ano passado

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Foto de Dan Bennett CC BY 2.0, via Wikimedia

A Boeing divulgou na terça-feira (13) seu relatório de entregas para o mês de março de 2021, totalizando 29 jatos entregues, contra 20 do mesmo mês do ano anterior, um aumento de 50%, mas ainda longe do potencial pré-pandemia. A volta das entregas do 737 MAX é a grande promotora do número.

Pelo segundo mês consecutivo, a empresa declarou que suas encomendas superaram os cancelamentos de pedidos. No ano passado, a fabricante norte-americana amargou inúmeros cancelamentos ao longo de todo o ano, mas agora, com a situação rumando a um patamar de melhora e as companhias aéreas se preparando para a retomada pós-Covid, a fabricante pode começar a ver números líquidos positivos novamente.

Olhando para o mapa do primeiro trimestre, a fabricante contabiliza 77 entregas de jatos comerciais, sendo 63 do Boeing 737 MAX. Em segundo vem o triplo-sete com seis e depois o 767 com 5 entregas. Outro ponto importante é a retomada das entregas do 787, que teve duas unidades entregues no final de março. Completa a lista um Boeing 747 entregue para a UPS.

Nota: essa análise não considera jatos militares.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias