Boeing entregou 17 aeronaves em maio e computou mais 73 jatos vendidos

Imagem: Guerric / CC BY-NC-SA 2.0, via Wikimedia

A Boeing anunciou que entregou um total de 17 aeronaves em maio. Com isso, o total de entregas nos cinco primeiros meses do ano chega a 111 aeronaves. Além dos 10 737 MAXs, foram entregues dois 787 Dreamliners, um 747-8 para a United Parcel Services (UPS), e dois 767 e um 777F para a FedEx.

Os acionistas ficam atentos às entregas de aeronaves porque elas respondem pela maior parte do fluxo de caixa da empresa, muito necessário para superar as consequências da pandemia do coronavírus e da crise de segurança resultante dos acidentes do 737 MAX em 2018 e 2019.

Por sua vez, o site Aviacionline verificou que a fabricante acumulou pedidos de 73 aeronaves. Estes consistem em 61 737 MAX (34 para a Southwest Airlines), cinco 787-9, um cargueiro 777 para a Lufthansa da Alemanha e seis 777Fs para compradores não identificados.

Esses pedidos elevaram a carteira oficial de pedidos para 4.121 aeronaves, ante 4.045 em abril. A Boeing acumula, nos primeiros cinco meses do ano, pedidos para 380 aeronaves.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Caminhão fica deformado ao bater em Boeing 737 estacionado em aeroporto

0
Um caminhão, que forneceria serviços à aeronave, bateu na traseira do Boeing 737 que estava estacionado no pátio.