Início Indústria Aeronáutica Boeing escolhe engenheira que abrirá o caminho para a criação de seu...

Boeing escolhe engenheira que abrirá o caminho para a criação de seu próximo novo avião

A Boeing nomeou uma nova chefe de engenharia digital para liderar os preparativos para o projeto de seu próximo jato comercial totalmente novo e do sistema de produção integrado que irá construí-lo. A capitã desse time é Linda Hapgood, veterana da indústria aeronáutica que ingressou na Boeing em 1998 e atuou nos projetos do 747 e 787.

O engenheiro-chefe da Boeing, Greg Hyslop, o CEO da Commercial Airplanes, Stan Deal, e a CIO Susan Doniz, disseram em um memorando conjunto aos funcionários na quarta (29) que, “para nosso próximo programa de desenvolvimento, a empresa criará um ambiente digital onde o próximo novo avião e sistema de produção poderão ser projetados juntos”.

A ideia é que a Boeing e seus fornecedores usem uma única fonte de dados definitivos de projeto para o avião e seu sistema de produção, reportou a Bloomberg.

“Este esforço determinará os padrões e interfaces pelos quais estamos vinculados a um segmento digital por meio de design, teste, certificação, construção e suporte”, disse o memorando.

A mudança é a primeira dica de que a Boeing pode estar se preparando para um possível lançamento de um novo avião em breve, buscando uma entrada em serviço no final desta década, em vez de meados dos anos 2030.

A fabricante, no entanto, adverte que “não é um lançamento de programa para um novo avião, mas representa a preparação para um futuro novo programa comercial ou de defesa”.

Modelos

Nos últimos cinco anos, a Boeing tem falado sobre os avanços que fez com a chamada “engenharia baseada em modelos”, que centraliza todas as informações sobre um projeto em um modelo digital. No início da década de 1990, o Boeing 777 foi seu primeiro novo avião projetado em um modelo digital, em vez de em projetos de papel. 

Indo além disso, a Boeing pretende criar seu próximo projeto de avião novo, bem como o sistema de produção e a cadeia de suprimentos em um modelo digital, de modo que tudo possa ser testado virtualmente antes que as fábricas sejam construídas e o hardware fabricado.

Como a fabricante citou, ainda não se trata de um projeto, mas da preparação para um. No entanto, é óbvio que a Boeing lançará um novo projeto em algum momento próximo, sobretudo porque já disse que a família 737 atual será a última da consagrada aeronave, bem como há o desafio de criar um jato que compita com o A321 LR e XLR, que domina seu nicho.

Sair da versão mobile