Boeing já realizou outro voo com o novo gigante 777X

Depois da tão atrasada e aguardada primeira decolagem da história do projeto 777X, parece que tudo realmente foi muito bem com o voo de estreia do novo gigante da Boeing e ele já decolou de novo!

Imagens Air to Air 777X First Flight
777X – Imagem: Boeing

Durante a manhã de ontem (29) em Seattle (tarde no horário de Brasília), o Boeing 777-9 de matrícula N779XW, a primeira aeronave comercial da história a voar com pontas de asa dobráveis, decolou novamente para sua segunda jornada de testes nas alturas.

A aeronave havia feito seu primeiro voo no último sábado, 25 de janeiro, tornando-se assim o maior jato bimotor do mundo a ganhar os céus. Para esse feito, o 777X não poderia ter sob suas asas nada menos do que os maiores e mais potentes motores turbofan já produzidos na história da aviação, o GE9X, que você poderá conferir ao final desta matéria.

E o segundo voo de teste decolou do Boeing Field, em Seattle, às 14:36 (horário de Brasília) dessa quarta-feira para uma jornada de 4 horas e 43 minutos no ar, conforme dados do FlightRadar24.

Durante todo o tempo de cruzeiro, a aeronave manteve-se em torno dos 19 mil pés (5,8 km) de altitude, e sua velocidade variou diversas vezes no intervalo de 135 a 310 nós (250 km/h a 575 km/h). O pouso ocorreu novamente em Seattle, por volta das 19:19 do horário de Brasília.

FlightRadar24 777X Segundo Voo Teste
O segundo voo de teste do Boeing 777X – Imagem: FlightRadar24

Os voos devem ser executados de forma cada vez mais frequente a partir de agora, inclusive com a adição de mais aviões, para que sejam avaliados todos os detalhes operacionais da aeronave. Os testes também servem para que seja demonstrado à agência reguladora FAA que todas as exigências de certificação foram cumpridas no projeto da nova aeronave.

Veja a seguir mais detalhes e curiosidades do novo gigante bimotor da Boeing:

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.