Bolsonaro veta bagagem gratuita e aprova capital estrangeiro

O presidente da República Jair Bolsonaro aprovou agora a pouco a Medida Provisória que autoriza o 100% do capital estrangeiro nas aéreas, porém vetou a questão da franquia de bagagem gratuita.

© O Globo

A medida começa a valer imediatamente, tendo sido criada por Temer em dezembro passado logo após a entrada em Recuperação Judicial da Avianca Brasil.

Logo depois a MP transitou pelo Congresso onde foi adicionado a questão da volta da franquia mínima de 23kg para bagagens despachadas em voos domésticos em aeronaves com mais de 31 assentos.

Com isso qualquer empresa estrangeira poderá abrir uma subsidiária registrada no Brasil, seguindo as regras já previstas na lei para contratação de funcionários e mínimos operacionais.

Logo a cobrança de bagagem despachada ficará a critério das companhias aéreas, como já é desde 2016.

Em nota através do Planalto, Bolsonaro declarou que “o veto se deu por razões de interesse público e violação ao devido processo legislativo”.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Evento online de lançamento do 5° Anuário Brasileiro de Aviação Civil...

0
Devido à pandemia, esse ano o IBA promove um evento online de lançamento da quinta edição do Anuário Brasileiro de Aviação Civil e traz em sua discussão