Bombardeiro ‘invisível’ de US$ 2,1 bi faz pouso de emergência e é registrado por satélite

B-2 Spirit semelhante ao envolvido no incidente – Imagem: Christopher Ebdon, CC BY-NC-SA 2.0, via Flickr

Um B-2 Spirit, bombardeiro estratégico furtivo da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), envolveu-se em um incidente ao realizar um pouso de emergência na última terça-feira, dia 14 de setembro, na Base Aérea de Whiteman no estado de Missouri.

O incidente com o bombardeiro stealth (idealmente invisível aos radares) teria acontecido após uma falha hidráulica em um dos trens de pouso. Ainda segundo informações, a Administração Federal de Aviação (FAA) restringiu até a sexta-feira (17) o espaço aéreo ao entorno em cerca de 9,6 quilômetros e 2.400 metros de altura para realizar investigações.

Na imagem captada por um satélite da Planet Labs, é possível ver o bombardeiro de US$ 2,1 bilhões (R$ 10,9 bilhões) parado na grama após o pouso, ao lado da pista da base aérea onde a aeronave fica baseada.

Imagem: Planet Labs Inc.

Um comunicado emitido por um porta-voz de Assuntos Públicos do Comando de Ataque Global da Força Aérea dos Estados Unidos, reportado pelo KMBC, diz que não houve feridos, nem princípio de incêndio. Investigações foram iniciadas para apurar as causas da ocorrência e não foi informado se houve danos na aeronave.

No total, 21 aeronaves do modelo foram construídas desde 1987, sendo que uma delas foi completamente destruída em um acidente no ano de 2008. O bombardeiro pode realizar ataques de cerca de 15 quilômetros de altitude, com uma autonomia de mais de 11.000 km com seu combustível interno e mais de 19.000 km com um reabastecimento aéreo.

Leia mais:

Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

Daqui a 13 dias no Rio de Janeiro, Embraer começa a...

0
A Eve Air Mobility, da Embraer, informa hoje que vai iniciar em novembro o simulado de Mobilidade Aérea Urbana.