Bombons com recheio de cocaína são barrados no aeroporto de Campinas

IMAGEM: Divulgação Receita Federal/Viracopos

Uma remessa de chocolates recheados de cocaína foi interceptada pela Receita Federal no Aeroporto Internacional Viracopos, em Campinas (SP). A droga seria enviada para Tailândia, no sul da Ásia.

De acordo com o órgão, a cocaína dentro dos bombons somava cerca de 860 gramas. Os itens eram uma remessa postal expressa e estava embalada com café, numa tentativa de disfarçar o cheiro do entorpecente e despistar cães farejadores. A Receita também localizou a mesma droga oculta em enfeites de porcelana e bijuterias que seriam enviadas para o mesmo destino.

Em uma segunda remessa, os agentes da Receita acharam pouco mais de 100 gramas de cocaína escondida dentro da estrutura de bolsas, que seriam enviadas para a Austrália também por Correio.

Como um dos principais terminais de exportação do Brasil, o aeroporto de Viracopos é frequentemente escolhido por traficantes para enviar drogas para o exterior. Diariamente, operações da Receita e da Polícia Federal, flagram tentativas de tráfico no aeroporto.

Informações da Receita Federal

Fabio Farias
Jornalista e curioso por natureza. Passou um terço da vida entre aeroportos e aviões. Segue a aviação e é seguido por ela.

Veja outras histórias