O bonito vídeo do cargueiro MD-10 cujo trem ficou recolhido até próximo do pouso

Em mais este bonito vídeo que circula nas redes sociais e que, mesmo não sendo recente, enche os olhos de quem admira aviões e suas operações, trazemos o caso de um McDonnell Douglas MD-10-10F que manteve seu trem de pouso recolhido até bem próximo da pista, protagonizando a bela cena que você verá abaixo.

Vídeo MD-10-10F Aproximação Trem de Pouso Recolhido

Não podemos dizer que foi algo perigoso ou irresponsável, porque não temos como definir as condições dessa aproximação, efetuada no aeroporto internacional de Chicago-O’Hare em 2012.

Será que existia alguma restrição da companhia aérea ou do fabricante do jato que impedia uma abertura tão tardia do trem de pouso? Estaria ele com algum problema? Teriam os pilotos se esquecido do procedimento de verificação de abaixamento do trem durante a aproximação? O controlador de voo da torre do aeroporto não notou e comunicou o piloto? Não temos como saber.

Mas, independente da situação, o fato é que essa ação tardia da tripulação, ao comandar o abaixamento do trem de pouso há poucos instantes do cruzamento da cabeceira do aeroporto de Chicago, levou a essa bela filmagem, ao coincidir com a presença de um entusiasta gravando o pouso.

Segundo o autor do vídeo, trata-se do MD-10 cargueiro de matrícula N559FE, pertencente à companhia aérea FedEx. Embora tenha havido tempo suficiente para a completa abertura do trem, o próprio cinegrafista, acostumado a acompanhar os pousos naquele local, assustou-se com a ocorrência. Ele afirma na descrição do vídeo:

“Enquanto eu filmava próximo ao Aeroporto Internacional O’Hare de Chicago (KORD / ORD) com o OHAREAVIATION, nós dois tivemos uma visão um pouco desanimadora de um Boeing MD-10-10F, número de registro N559FE (cn 46930/112), na aproximação final para a pista 28 com o seu trem de pouso ainda recolhido bem próximo do aeroporto! A maioria dos aviões tem o trem de pouso abaixado MILHAS antes do ponto em que comecei a gravar! (…) Eu espero nunca ver algo assim novamente.”

Para que você possa ter uma comparação justa do que seria o procedimento comum, veja a seguir o vídeo de outro jato do mesmo modelo aproximando-se também em Chicago, porém com o trem de pouso já abaixado desde o começo da filmagem, muito antes do toque na pista:

Note que, neste caso do vídeo acima, você acompanha o cargueiro por mais de 1 minuto e meio até o toque na pista, e mesmo antes do começo da gravação ele já estava com o trem de pouso baixado.

Agora, veja a seguir o vídeo da aproximação curiosa. São apenas 40 segundos entre o trem de pouso começar a ser baixado e o toque na pista, e somente 24 segundos entre o fim do procedimento de abertura e o toque.

Como dissemos, não sabemos o que pode ter ocorrido. Mas temos a certeza de que o fato levou a mais uma bela cena da aviação!

Nota: Segundo a Boeing, MD-10 é um programa que permite que os operadores atualizem os DC-10 com uma nova cabine de comando de tecnologia avançada. Os benefícios do retrofit incluem uma cabine de comando para duas pessoas, economia de peso, maior confiabilidade e semelhança com a frota MD-11.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Boeing 737 MAX recebe grande encomenda no valor de US$ 3,7...

0
O sócio-gerente comentou que o grupo está especialmente entusiasmado com a variante 737-8-200, que representa a maior parte dos pedidos.