British Airways inicia retirada do Boeing 777-200 de sua frota

A British Airways, companhia aérea inglesa do grupo IAG, se despediu de sua primeira aeronave Boeing 777.

Avião Boeing 777-200 British Airways
Imagem: Alec Wilson [CC]

Na data de ontem, 13 de janeiro, o Boeing 777-200 registrado sob a matrícula G-ZZZC, de 25 anos de idade, voou do Aeroporto de Heathrow, base da British em Londres, para o Aeroporto St. Athan, no País de Gales, onde será desmontado segundo informações do Airliner Watch.

FlightRadar24 Voo Retirada 777-200 G-ZZZC British
A chegada do G-ZZZC para o último pouso de sua história, em St. Athan – Imagem: FlightRadar24

Ao longo dos anos, a British Airways adicionou quase 50 unidades do jato widebody de longo curso da série Boeing 777-200 à sua frota.

Um deles teve que ser removido de serviço após um pouso forçado em Heathrow, no famoso caso em que ambos os motores se apagaram na final. O grande bimotor da matrícula G-YMMM plainou até pousar na grama um pouco antes da cabeceira, marcando o primeiro acidente sério da história do Boeing 777.

BA38 Acidente British 777
Imagem: Marc-Antony Payne [CC]

Não houve mortes, e a investigação apontou que cristais de gelo no combustível bloquearam parcialmente a alimentação dos motores.

Além dele, outros dois 777-200, de matrículas G-ZZZD e G-ZZZE, fizeram parte da frota da companhia inglesa somente até o ano de 2002. As demais 46 unidades, sendo atualmente três da versão -200 e quarenta e três da -200ER de maior alcance, serão gradativamente removidas a partir de agora.

O Boeing 777-200, com o registro G-ZZZC, ingressou na frota da transportadora britânica em novembro de 1995.

O mesmo aeroporto de St. Athan que recebeu ontem o 777, conhecido como uma antiga base da força aérea britânica, a Royal Air Force (RAF), também tem acolhido o triste fim dos Boeings 747 da própria British. Confira na matéria a seguir:

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.