British utilizará seus A350 também para substituir os 747-400

British Airways Boeing 747-400
Boeing 747-400 da British

A British Airways pretende substituir seus cansados Boeing 747-400 pelo novíssimo A350. A eliminação gradual do tipo durará até cerca de 2025, de acordo com a companhia aérea.

A companhia inglesa já havia optado pelo Boeing 777X na tarefa de aposentar seus Jumbos, mas os A350 darão início ao processo antes, até que o “triplo sete” entre em produção comercial.

Outra companhia aérea, a Virgin Atlantic, também já anunciou em abril deste ano que iria descontinuar o uso do 747 em favor do fortalecimento de sua frota de A350.

O novo A350-1000 é a versão de fuselagem mais longa da família A350XWB da Airbus. A modelo é equipado com motores Rolls-Royce Trent XWB-97. Segundo o fabricante, a aeronave tem um alcance de quase 10.000 milhas (16.000 km).

Primeiro A350-1000 da British – Imagem: British Airways

As rotas confirmadas para o A350-1000 são: Londres Heathrow para Toronto a partir de 1º de outubro de 2019, para Dubai a partir de 8 de outubro, e Tel Aviv a partir de 1º de dezembro. Mais tarde, Bangalore começará a partir de 1º de janeiro de 2020 e, a partir de 1º de março do próximo ano, a companhia aérea deverá realizar voos diários duplos entre Heathrow e Dubai.

E como o modelo irá substituir o 747-400, especula-se que outras rotas para o novo tipo incluirão os destinos de Accra, Las Vegas, Nairobi, Phoenix e Vancouver.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.