Cachorro ataca comissário de bordo durante voo e causa revolta de sindicato

Foto sob licença Creative Commons

Um cão de apoio emocional mordeu um comissário de bordo da American Airlines na segunda-feira (23), resultando em uma lesão que exigiu cinco pontos. O incidente ocorreu no voo 3506 de Dallas para Greensboro, Carolina do Norte, operado pela parceira Envoy Air, disse a AA. O pessoal médico examinou o atendente assim que o avião pousou. Ele recebeu cinco pontos

A American Airlines não informou que raça de cão estava envolvida. A Associação de Comissários de Bordo pediu ao Departamento de Transporte para evitar que o incidente de segunda-feira se repita.”O que aconteceu no voo de ontem da American Airlines é completamente inaceitável e indesculpável”, disse o sindicato dos comissários de bordo em um comunicado divulgado na terça-feira. 

“Durante anos, a AFA apoiou o importante papel que os animais treinados podem oferecer aos passageiros na cabine, mas também pedimos ações em relação ao estabelecimento de padrões para animais de apoio emocional”. A American atualizou pela última vez sua política animal de apoio emocional em março. 

Para animais “em serviço”, a companhia aérea permite cães ou gatos. Os passageiros que desejam trazer a bordo um animal de apoio emocional devem preencher um formulário de saúde veterinária e detalhes de imunização.

Com informações da FOX News

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.