Início Acidentes e Incidentes Avião da Itapemirim fica com buraco na fuselagem após colisão em solo

Avião da Itapemirim fica com buraco na fuselagem após colisão em solo

Um Airbus A320 da Itapemirim Transportes Aéreos (ITA) foi atingido nesta segunda-feira, 26 de julho, por um caminhão e ficou danificado no Aeroporto de Guarulhos.

O incidente aconteceu com o A320ceo de matrícula PS-AAF, que foi atingido por um caminhão da Lufthansa Sky Chefs, o serviço de fornecimento de alimentação de voo (catering) da companhia Lufthansa.

Não se sabe ainda a dinâmica do ocorrido, mas, pelas fotos que circulam nas redes sociais, o caminhão modelo Ford acabou entrando embaixo da aeronave durante uma manobra (provavelmente para acoplar na porta traseira do lado direito do jato).

Ele atingiu a aeronave em três pontos distintos com as barras de sua proteção da passarela que dá acesso entre o compartimento de cargas do caminhão e o avião.

Agora, o jato deverá passar por um processo de reparos, ficando um tempo de fora da frota da Itapemirim. A ocorrência não irá atrapalhar a malha de voos da companhia, segundo a empresa informou ao AEROIN. Apesar do crescimento de destinos e ter dobrado a frota, por agora os voos estão dimensionados de maneira que precisam de apenas três aeronaves. Veja a nota oficial da empresa:

A Itapemirim Transportes Aéreos informa que a aeronave que faria o voo 8I 5632 entre São Paulo-Guarulhos e Rio de Janeiro-Galeão, com decolagem prevista às 7h desta segunda-feira (26), sofreu uma leve avaria de um caminhão do serviço de comissaria no momento em que estava estacionada no aeroporto de Guarulhos.
Devido ao incidente, a empresa precisou cancelar o voo, já que a aeronave será submetida a manutenção para garantir a segurança das operações, princípio fundamental da companhia. Todos os passageiros foram reacomodados em outro voo da própria empresa. A Itapemirim lamenta os transtornos ocorridos e ressalta que todas as medidas foram tomadas para minimizar os impactos. Os passageiros receberam todo o apoio necessário e foram assistidos de acordo com a resolução 400 da Anac. Uma aeronave reserva foi acionada para recompor a malha da companhia.


Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A
Sair da versão mobile