Caminhonete invade aeroporto e atravessa parede do terminal em alta velocidade

O motorista de uma GMC Sierra 1500 da geração anterior envolveu-se em um acidente grave, no qual a caminhonete civil de meia tonelada explodiu em altíssima velocidade a parede do terminal de passageiros do Aeroporto Internacional Sarasota-Bradenton, nos Estados Unidos.

Vídeo Caminhonete Atravessa Parede Aeroporto Sarasota

Apesar do impacto violento, não foram registradas mortes, mas o motorista do veículo está em estado grave no Sarasota Memorial Hospital, de acordo com a Patrulha Rodoviária da Flórida.

Um relatório da rede FOX13 alega que o acidente ocorreu nessa quinta-feira, 19 de dezembro, por volta das 2h51 na área de coleta de bagagens do terminal, quando a Sierra branca colidiu com um muro que separa o pátio do aeroporto e a área de coleta de bagagens.

O vídeo capturado pelas câmeras de segurança do aeroporto mostra três momentos do acidente. Primeiro, os destroços da parede e a caminhonete são vistos atingindo um balcão de aluguel de veículos (por sorte a atendente não foi atingida). Depois, outro ângulo mostra o momento em que a caminhonete atravessa a parede do terminal. E por fim, uma câmera externa mostra o veículo dirigindo-se em uma impressionante velocidade no pátio antes de bater de frente com a parede.

Veja as imagens a seguir:

“Tivemos um voo atrasado, mas ninguém mais estava aqui na área de retirada de bagagem, exceto alguns trabalhadores”, comentou Fredrick Piccolo, presidente e diretor executivo do aeroporto, à FOX13. “Se isso acontecesse durante o dia, teria sido uma história muito diferente”.

Caminhonete civil no pátio?

Se você está se perguntando como exatamente uma caminhonete civil se encontrava acelerando no pátio de um aeroporto, o mesmo acontece com o departamento de polícia local.

Imagens de segurança mostram a mesma Sierra viajando para o norte na US Highway 41 momentos antes de bater em uma cerca de arame e invadir a área aeroportuária controlada pela FAA.

O veículo não pareceu desacelerar antes do primeiro acidente com a cerca e o mesmo se aplica à colisão com a segunda parede, levando as autoridades a acreditar que o motorista não estava consciente ou ciente de seu entorno no momento do acidente.

Mais tarde, o motorista foi identificado como Juan Monsivis, 40 anos, de Bradenton, Flórida, mas as autoridades locais ainda não foram capazes de questioná-lo para descobrir o que exatamente aconteceu na noite passada, dadas as condições médicas atuais.

Veja nas matérias a seguir outros casos em que terminais foram atingidos, mas por aeronaves ao invés de veículos:

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias