Após cantor pilotar avião, pilotos são suspensos pela autoridade aeronáutica

Vídeo cantor Mohamed Ramadan pilotando jato

O ministério da aviação civil do Egito disse que um piloto e um co-piloto foram suspensos após um vídeo que fez sucesso nas redes sociais ter mostrado a estrela egípcia Mohamed Ramadan pilotando um jato a caminho de Riyadh.

Segundo a mídia árabe, fontes do ministério da aviação civil confirmaram a autenticidade do vídeo, enfatizando que o avião pertence a uma empresa de jatos particulares egípcios, e não à companhia aérea EgyptAir.

O vídeo abaixo está circulando desde que Ramadan, ator e cantor, postou-o em seu perfil do Instagram, enquanto se dirigia à Arábia Saudita para participar do festival de entretenimento da temporada de Riyadh.

https://twitter.com/i/status/1183346290765320192

“Em uma primeira experiência desse tipo, irei dirigir o avião”, disse Ramadan, conhecido por exibir seus carros e mansões luxuosos e atrevidos nas mídias sociais, antes de deixar seu assento em direção ao cockpit.

Desde os atentados terroristas contra os EUA em 11 de setembro de 2001, houve medidas mais rigorosas sobre a entrada de passageiros nas cabines dos jatos.

“Juro por Deus que Mohamed Ramadan é quem dirige o avião agora”, um homem não identificado foi ouvido dizendo no vídeo, enquanto Ramadan compartilhava risadas e saudações com o piloto.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.