Cargolux busca Jumbos usados para ampliar e flexibilizar frota

A Cargolux está em busca de aviões cargueiros usados, à medida que procura uma maior flexibilidade em sua capacidade de expandir a frota em períodos de maior demanda. Atualmente a companhia europeia possui 9 unidades do Boeing 747-400F e 14 unidades do 747-8F, além de mais 4 unidades do -400F em sua divisão Cargolux Italia, segundo informações do Airfleets.




Falando à Air Cargo News no evento Air Cargo China realizado esta semana em Xangai, o executivo-chefe da Cargolux, Richard Forson, disse que a companhia aérea recebeu este ano um cargueiro Boeing 747-400 usado, enquanto no próximo ano terá como objetivo adicionar mais duas aeronaves.

Forson disse que as aeronaves entregues este ano foram inicialmente enviadas para locação a outras companhias, mas devem retornar para a frota da Cargolux em cerca de um ano, embora a forma como a aeronave será implantada no futuro ainda dependa da evolução do mercado.

Ele explicou: “A flexibilidade que tenho [quando a primeira aeronave retornar do leasing e as outras forem entregues] é que eu posso usá-las para substituir as aeronaves que estão chegando ao final de seu contrato, ou usá-las como uma adição à nossa frota existente se o mercado continuar forte.”

“Eu sempre acreditei que uma certa flexibilidade como essa é necessária. Isso me dá possibilidade de planejamento para os próximos três anos, gerenciando a capacidade de acordo com o mercado.”

A Cargolux possui intensa atividade no Brasil, realizando voos com seus Jumbos entre sua base em Luxemburgo e diversos aeroportos pelo país, como Viracopos, Curitiba, Recife, entre outros.

 
Com informações do Air Cargo News.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.