Cargueiros da Azul já transportaram mais de oito mil toneladas

Azul Cargo Boeing 737-400

Quase 650 voos cumpridos e 8.000 milhões de kg de cargas transportadas. Em pouco mais de sete meses de operação, as aeronaves cargueiras da Azul registram números expressivos e mostram que o setor de carga aérea atravessa 2019 com otimismo (pelo menos no Brasil). Juntas, Campinas, Manaus, Recife e Fortaleza, cidades do país que concentram grande parte do fluxo cargueiro, acumulando 80% das demandas.     

Adquiridas para proporcionar maior flexibilidade à Azul Cargo Express, unidade de cargas da Azul, os dois aviões cargueiros da companhia começaram a voar em outubro e dezembro do ano passado. As aeronaves modelo Boeing 737-400 Cargo podem transportar até 20 toneladas de materiais a cada voo, ou 11 pallets, e ampliaram os negócios da empresa. Além das quatro maiores bases de operação, os cargueiros também têm cumprido voos para Belém, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

Ao longo das horas de voo já contabilizadas, as aeronaves transportaram, em sua maioria, produtos eletrônicos. Clientes desse segmento costumam optar pelo transporte aéreo por conta da rapidez, eficiência e segurança do transporte de materiais pelos ares.

Incrementando o serviço da unidade de cargas da Azul, a empresa iniciou, neste mês, a operação entre dois dos aeroportos com maior movimentação cargueira do país: Guarulhos e Viracopos, ambos em São Paulo.  

Da Assessoria de Imprensa – Azul (adaptado)

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.