Catar diz ter recebido o OK da ONU para ter controle do seu próprio espaço aéreo

O Governo do Catar afirmou que obteve aprovação da ONU para seu objetivo de controlar seu próprio espaço aéreo, meses depois de resolver um conflito com seus vizinhos. Segundo o Times of Israel, a Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO) deu a permissão preliminar para que o emirado crie sua própria Região de Informação de Voo (FIR).

Anteriormente, o controle do espaço aéreo do Catar era realizado pelo Bahrein. No entanto, o acordo entre as duas monarquias foi encerado recentemente e os catarianos pleitearam o domínio sobre seu espaço aéreo. O alinhamento com a ONU se faz necessário para que a decisão seja comunicada ao restante do mundo, haja vista que a navegação aérea no âmbito global é coordenada e padronizada entre os países.

Por conta disso, não apenas novas cartas de navegação deverão ser produzidas para aquela região do Golfo, mas também novas regras poderão entrar em vigor, a depender de deliberações do governo do Catar.

A medida “inclui o espaço aéreo soberano do Catar e, para otimizar a segurança e a eficiência do espaço aéreo regional”, dizia a ICAO em despacho revelado pelo Times of Israel.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias