Autoridades identificam pais do bebê abandonado em lixeira do Aeroporto de Doha

Um comunicado oficial das autoridades do Catar na última segunda-feira, 23 de novembro, revelou que o pai e a mãe do bebê recém-nascido abandonado em uma lixeira do Aeroporto Internacional de Doha foram devidamente identificados.

Momento em que os bebê foi encontrado

Segundo o portal árabe Al Jazeera, o informe das autoridades indica apenas genericamente que a mãe é uma mulher de nacionalidade asiática, e que ela conseguiu deixar o Catar a bordo de um voo que partiu de Doha.

O país está empregando esforços internacionais para encontrá-la e pedir sua extradição de volta ao Catar, para que seja submetida à penalidade correspondente, que pode chegar a 15 anos de prisão.

O pai, por sua vez, confirmou que possuía um relacionamento com a fugitiva, e que ela enviou fotos a ele após o nascimento do bebê, e avisou que o jogaria na lixeira e embarcaria no voo. A paternidade foi confirmada por exame de DNA.

Além da identificação dos pais, as autoridades informaram no mesmo comunicado que estão abrindo processo criminal contra os responsáveis pelo polêmico ato de examinar todas as mulheres que estavam partindo em voos de Doha após a descoberta do bebê.

As passageiras foram retiradas dos aviões no dia 26 de outubro e obrigadas a fazer um exame ginecológico invasivo no pátio do aeroporto. À BBC, uma das passageiras disse que as autoridades “forçaram-nas a tirar a roupa íntima para um exame genital em uma ambulância no pátio”.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias