Início Acidentes e Incidentes Celular pega fogo a 39 mil pés após homem usá-lo para agredir...

Celular pega fogo a 39 mil pés após homem usá-lo para agredir mulher a bordo

Uma aeronave da Southwest Airlines precisou desviar de sua rota após um homem agredir uma mulher com um telefone celular e o aparelho acabar pegando fogo em pleno voo, na última quarta-feira, dia 9 de junho.

Boeing 737-800 da Southwest Airlines em Los Angeles

O caso aconteceu a bordo de um Boeing 737-700 de uma das maiores linhas aéreas dos Estados Unidos, a Southwest Airlines, que estava realizando um voo regular de passageiros entre as cidades de Dallas, no Texas, e Fort Lauderdale, na Flórida.

Segundo reporta o The Aviation Herald, o Boeing registrado sob a matrícula N445WN estava voando no FL390 (39.000 pés de altitude) quando um aparelho de telefone celular de um passageiro começou a fumegar.

Os comissários de bordo imediadamente colocaram o aparelho em um saco específico para contenção de incêndios, chamados de FCB. Em seguida, a tripulação decidiu desviar o voo para Pensacola, na Flórida, onde foi realizado um pouso sem mais intercorrências.

Os dados abaixo, obtidos através da plataforma RadarBox, mostram a trajetória da aeronave desde a partida até o momento em que ela pousou no Aeroporto Internacional de Pensacola.

Rota do Boeing da Southwest Airlines até o desvio para Pensacola – Imagem: RadarBox

Segundo relatos de passageiros a bordo do voo WN-4699, um casal começou uma discussão e, em determinado momento, o homem agrediu a companheira com o aparelho celular, que em seguida começou a soltar fumaça.

Em nota, a Southwest Airlines confirmou o caso, comentando que a aeronave precisou desviar sua rota para Pensacola quando houve uma briga entre um casal a bordo, resultando em um aparelho celular queimado e quebrado.

Os dois passageiros envolvidos na ocorrência desembarcaram em Pensacola e a aeronave continuou viagem para Fort Lauderdale, onde pousou com cerca de 90 minutos de atraso.

Leia também:

Sair da versão mobile