Celular pega fogo no avião e passageiros saem às pressas em plena taxiway

Passageiros em evacuação, em cena do vídeo que você assiste abaixo

Todos os passageiros de um voo da Alaska Airlines foram evacuados da aeronave às pressas na segunda-feira, 23 de agosto, depois que um celular pegou fogo a bordo, felizmente já depois do pouso, durante o taxiamento.

O incidente aconteceu na noite de ontem no voo de número AS-751, que era executado pelo Boeing 737-900 registrado sob a matrícula N479AS e partiu de Nova Orleans para Seattle, ambas cidades dos Estados Unidos.

O Departamento de Bombeiros do Porto de Seattle (POSFD) respondeu a relatos de um incêndio no voo da Alaska por volta das 20h30, quando a aeronave pousou no Aeroporto Internacional Tacoma após cerca de 4 horas e meia de voo.

Um porta-voz da Alaska Airlines disse à Newsweek que o incêndio eclodiu no avião “logo após o pouso” quando o telefone de um passageiro pegou fogo, fazendo com que todos a bordo fossem evacuados no aeroporto de Seattle.

“A tripulação agiu rapidamente usando extintores de incêndio e uma bolsa de contenção de bateria para controlar o fogo, e desdobrou as escorregadeiras de evacuação devido às condições de fumaça na cabine. Os médicos encontraram a aeronave para atender os viajantes e a tripulação.”

No total, 128 passageiros e seis tripulantes foram evacuados na taxiway, e depois o avião foi rebocado até o pátio. Dados de rastreamento de voo mostram a posição em que a aeronave parou para a evacuação, quando já estava bem próxima do pátio:

A posição do Boeing 737 em Seattle – Imagem: FlightRadar24

O incidente foi confirmado pelo aeroporto por volta das 22h, horário local, inicialmente dizendo haver ocorrido incêndio no compartimento de cargas, e depois corrigindo para a cabine de passageiros:

“No início desta noite, o POSFD respondeu a um relato de um incêndio no porão de carga do voo 751 da Alaska Airlines. Na chegada, o incêndio foi contido e os passageiros e a tripulação foram evacuados da aeronave.

“Os passageiros foram transportados de ônibus para o terminal, alguns com ferimentos leves. A aeronave foi rebocada para o portão e não houve impactos às operações do aeroporto.

“Atualização: o incidente ocorreu na cabine da aeronave. Apenas pequenos arranhões e hematomas foram relatados”.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias