Chefão da FAA cumprirá promessa e encarará voo no comando do Boeing 737 MAX

O chefe da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA), Steve Dickson, vai cumprir sua promessa e pilotará um Boeing 737 MAX na próxima semana, disse a Bloomberg em matéria na sexta-feira (25).

Ter Dickson na cabine de comando do MAX será um marco para o processo de re-certificação, uma vez que o regulador e piloto veterano prometeu pegar no manche da aeronave quando essa estivesse muito próxima de concluir o processo de retorno aos céus.

Em nota, a FAA disse que Dickson e Dan Elwell, outro membero-sênior da agência, “estarão em Seattle na próxima semana para fazer o treinamento em solo, recomendado pela agência, e que, em seguida, Dickson cumprirá sua promessa de pilotar a aeronave antes que a FAA aprove seu retorno ao serviço”.

Já se vão 18 meses desde que o Boeing 737 MAX foi aterrado em todo o mundo, após os acidentes e a constatação de erros graves por parte da fabricante e da agência reguladora. Então, o foco total das duas entidades é em conseguir a redenção por esses graves “pecados” do passado.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias