China Airlines quer mudar de nome para não acharem que é uma empresa chinesa

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram.

Foto por KCS / CC BY-SA via Wikimedia Commons

O Ministério dos Transportes e Comunicações de Taiwan (MOTC) perdeu a paciência com as inúmeras confusões que outros países estão fazendo quanto ao nome da empresa aérea nacional, a China Airlines, ao ponto de estar disposto a trocar seu nome.

Segundo o Taiwan News, nos últimos meses, a China Airlines ganhou atenção da mídia internacional por resgatar cidadãos de Taiwan presos na China e em outros países, e por enviar máscaras faciais e outros suprimentos médicos a todo o mundo. No entanto, como o nome da companhia aérea inclui “China” há muita confusão sobre se a recente onda de doações está vindo de Taiwan ou da China comunista.

Além disso, quando a epidemia eclodiu na Europa, os governos locais decidiram fazer listas de empresas banidas temporariamente, as quais eram provenientes de países mais afetados pela covid-19. Naquele momento, a China Airlines foi incluída em várias dessas listas, incluindo a da Itália, embora Taiwan estivesse com o seu surto controlado. Isso causou revolta nos chineses de Taiwan, que não aceitam ser confundidos com os da China continental.

Em um post no Facebook, no sábado (11), o ministro dos Transportes e Comunicações Lin Chia-lung afirmou que tem uma “mente aberta” para sugestões para mudar o nome da empresa aérea em meio à pandemia de coronavírus. No entanto, ele disse que uma mudança de nome é uma decisão importante. Ele também salientou que, como a companhia é listada na bolsa, ela precisa respeitar as opiniões de seus acionistas e do pessoal de Taiwan. Lin afirmou que espera que a comunidade possa construir um consenso sobre a proposta.

Algumas propostas para a mudança do nome já começaram a chegar, como Formosa Airlines ou Yushan Airlines, mas a maior parte do público ainda simpatiza com a sugestão mais simples: Taiwan Airlines.

Tanto a China continental quanto Taiwan se intitulam “China”, sendo a primeira a República Popular da China e a última a República da China.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Conheça, com exclusividade, a nova aeronave regional Tecnam P2012

0
Acompanhamos com exclusividade a chegada no Brasil do Tecnam P2012, que pousou no último dia 11 no Aeroporto de Jundiaí-SP.