Com 126 pedidos do 777X, Emirates pode dar um forte golpe no projeto da Boeing

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Perspectiva artística do Boeing 777X da Emirates – Imagem: Boeing

A maior cliente do mais novo Boeing 777X, a Emirates, pode trocar parte do pedido inicial de 126 jatos por Boeings 787 Dreamliner, segundo relatos do CEO da companhia aérea.

Segundo a Reuters, estariam, de fato, em andamento negociações entre a companhia do oriente médio e a fabricante americana, onde uma revisão no livro de pedidos está sendo feita, considerando que a pandemia prejudicou todo o setor aéreo. Se confirmado, poderá ser um duro golpe no projeto do maior bimotor do mundo, o 777X.

Em entrevista, o CEO do Grupo Emirates, Ahmed bin Saeed Al Maktoum, quando indagado por repórteres sobre uma possível troca de seus 777X por 787 Dreamliners, disse: “É sempre uma possibilidade. Estamos avaliando nossas necessidades de frota enquanto conversamos.”

Tais rumores vêm após um recente comentário da empresa em que expressou sua insatisfação com o atraso de três anos no programa do 777X e a omissão de informações e detalhes do processo e produção, por parte da Boeing.

Em uma entrevista em um evento virtual, o presidente da Emirates, Tim Clark, disse: “Eu gostaria de mais visibilidade de quando exatamente vamos receber esses aviões e o que exatamente eles serão capazes de fazer com relação ao seu desempenho. Penso que teremos conversas de adultos com a empresa Boeing nos próximos meses.”

A Emirates, que encomendou originalmente 150 jatos Boeing 777X em 2013, reduziu para 126 antes da pandemia, quando trocou a encomenda de 24 777X por 30 Boeing 787 Dreamliner.

Como já dito ao longo da matéria, a Boeing está com um atraso de 3 anos na entrega das aeronaves. As primeiras unidades deveriam ter sido entregues nesse ano, mas foram adiadas para 2022 e depois para 2023. O presidente da Emirates ainda tem dúvidas sobre o prazo, alegando acreditar que os primeiros jatos sejam entregues em 2024.

Leia mais:

Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

Passageira que foi algemada na sala de embarque receberá indenização da...

0
A Azul linhas aéreas foi condenada a pagar R$ 15 mil de indenização a uma passageira impedida de embarcar e algemada após confusões