LATAM Cargo bate recorde de transporte de carga entre SP e Manaus

Avião Boeing 767-300 LATAM Cargo

Em comunicado à imprensa enviado na tarde desta quinta-feira (16), a LATAM Cargo Brasil informou que transportou, no último sábado (11), o volume recorde (em aeronave modelo Boeing 767) de 70 toneladas de eletrônicos e matéria-prima para medicamentos, na rota São Paulo-Manaus-São Paulo.

O voo foi realizado em um avião com cabine de passageiros, totalmente dedicada ao transporte exclusivo de cargas. Normalmente, em sua operação habitual, o modelo é capaz de acomodar até 20 toneladas de cargas somente em seu porão, por decolagem.

A utilização de aeronaves de passageiros para o transporte de cargas começou a ser realizada de forma pioneira no Brasil pela LATAM Cargo em abril deste ano, com uma aeronave modelo Airbus A321, que transportou 10 toneladas de carga.

Até o momento, a companhia já realizou 66 voos deste tipo com destino a Recife, Fortaleza, Manaus, Belém, Navegantes e Salvador, sendo 22 voos do total dedicados à rota Guarulhos-Manaus-Guarulhos, além de mais de 40 destinados à operação especial da companhia com destino a China (em aeronaves Boeing 777), para trazer ao Brasil milhões de máscaras e insumos para combate à pandemia no País.

O objetivo desta transformação de aeronaves de passageiros foi ampliar a capacidade de transporte de cargas durante o período de redução de voos de passageiros em função da pandemia de COVID-19, além de potencializar o abastecimento de diversos insumos pelo Brasil.

“Nossas equipes trabalham estrategicamente com o objetivo de otimizar os espaços disponíveis em nossas aeronaves de passageiros. O voo realizado na rota entre São Paulo e Manaus nos permitiu bater este recorde de volume transportado em um único dia, para esse tipo de aeronave, o que demonstra que conseguimos reinventar nossa operação para manter o abastecimento de cargas essenciais à população, aperfeiçoando técnicas e aprimorando cada vez mais nossa capacidade operacional de transporte de forma segura e eficiente”, afirma Diogo Elias, diretor da LATAM Cargo Brasil.

NOTA DO AEROIN: atualizamos o título da matéria, pois verificando as configurações possíveis da aeronave no site da Boeing, notamos que um 767 cargueiro puro teria capacidade de levar 57 toneladas, aproximadamente. Então, solicitamos esclarecimentos à Latam Brasil sobre como foi possível embarcar 70 toneladas no 767 de passageiros. Atualizaremos essa matéria quando obtivermos um retorno.

O QUE A LATAM DISSE: mais tarde, a LATAM confirmou que, de fato, foram dois voos que totalizaram esse pedo de carga e não apenas um voo único como deixa a entender o release publicado. Alguns pequenos ajustes no texto original foram feitos para refletir a real situação.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias