Com a chegada do raríssimo A330-800neo, Air Greenland quer revolucionar o turismo de seu país

A companhia aérea groenlandesa Air Greenland fez seu maior investimento de todos os tempos e encomendou o novo Airbus A330-800neo. A nova aeronave será entregue em 2021 e resultará em mais assentos e maior capacidade de carga de e para a Groenlândia. A empresa é uma das pouquíssimas a encomendarem a menor versão da família A330neo.

Air Greenland
Infográfico mostra algumas vantagens do A330-800neo

A Air Greenland assinou um grande acordo de três dígitos com o fabricante de aeronaves Airbus para a entrega de um novo A330-800neo, que deve estar em rota no próximo ano. A aeronave deve voar principalmente entre o Aeroporto de Copenhague e os novos Aeroportos Internacionais em Nuuk e Ilulissat.

A aquisição é o maior investimento da Air Greenland e deve garantir que a companhia aérea seja competitiva no futuro, a fim de gerar crescimento no turismo, nas exportações e, ao mesmo tempo, reduzir o impacto climático.

“A Groenlândia tem um potencial de negócios em relação ao turismo, que pode criar desenvolvimento e empregos. Combinado com as novas pistas de decolagem em Nuuk e Ilulissat, desbloquearemos a Groenlândia de uma maneira totalmente nova que aumentará o turismo e trará crescimento ”, diz o presidente do conselho, Kjeld Zacho Jørgensen, que espera um crescimento de dois dígitos no turismo quando a nova aeronave estiver em operação.

Empresa do governo

Em 2019, o governo da Gronelândia assumiu todas as ações da Air Greenland e, portanto, num investimento liderado pelo primeiro-ministro da Gronelândia, Kim Kielsen.

“Estou muito satisfeito que a Air Greenland esteja sob a propriedade do governo da Groenlândia, que agora se prepara para o futuro renovando a frota de aeronaves. Estamos investindo pesadamente em novas infraestruturas nos últimos anos e é extremamente positivo que a Air Greenland, com esse investimento em novas aeronaves, aproveite as oportunidades e, dessa forma, ajude a garantir o desenvolvimento e o crescimento”, afirma.

Ao mesmo tempo, o aumento da capacidade de carga significa que as empresas groenlandesas serão beneficiadas para a venda de seus produtos no exterior. Isso se aplica também ao peixe fresco, que poderá alcançar os consumidores mais rapidamente no futuro.

Várias rotas diretas para a Groenlândia

A nova aeronave também trará rotas mais diretas para a Groenlândia no futuro. Além do voo entre Copenhague e Nuuk, a Air Greenland abre outra rota direta para Ilulissat, na Baía de Disko, que é um dos destinos mais populares e procurados pelos turistas. No entanto, espera-se que a rota seja estabelecida após a abertura do novo aeroporto internacional no local.

“Maior capacidade e mais rotas significarão tempos de viagem reduzidos e tarifas mais baixas para nossos clientes no futuro. Os viajantes experimentarão um melhor conforto na nova cabine, e a tecnologia mais recente nos torna líderes de mercado na redução de emissões de CO2 por passageiro. Estamos orgulhosos desse investimento, que contribuirá positivamente para o desenvolvimento da Groenlândia nos próximos anos “, diz o CEO da Air Greenland, Jacob Nitter Sørensen.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Problema elétrico e nos flaps do avião levam voo da Azul...

0
A Azul Linhas Aéreas registrou um reporte nos sistemas de informação do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA)