Com crise migratória, voos de deportados dos EUA chamam atenção pela quantidade

A fronteira sul dos EUA passa por uma das suas piores crises, com uma onda enorme de imigrantes. O governo americano, por sua vez, acelera a velocidade das deportações com múltiplos voos.

Imagem: FlightRadar24

O problema atual gira em torno de uma cidade de fronteira não tão conhecida, e até então não tão visada como San Diego, El Paso, McAllen ou Laredo, que é a cidade de Del Rio.

Com menos de 40 mil habitantes, a população da cidade disparou após a entrada em massa de haitianos, que atravessam uma das poucas partes rasas do Rio Grande, que faz a fronteira entre o EUA e México. O local também tem sido a escolha de alguns brasileiros, que quando são pegos ficam algumas semanas ou meses detidos, antes de serem deportados para Belo Horizonte, Minas Gerais, como mostramos amplamente por aqui.

Acontece que agora o processo está mais rápido e o número de voos aumentou significativamente. Essas operações estão sendo realizadas, principalmente, pela iAero Airways, companhia áerea de fretamentos que tem um contrato com o governo americano para o transporte dos deportados.

Foto de Adam Moreira (AEMoreira042281), CC BY-SA 4.0, via Wikimedia

Na tarde de hoje, 20 de setembro, foi possível observar ao menos quatro voos simultâneos da empresa saindo de estados fronteiriços com destino ao México, Guatemala e Haiti. A expectativa é que, para este último país, os voos dobrem. Pelo fato do Haiti estar com vacinação muito atrasada e ter muitos casos de coronavírus, os EUA tem usado um artifício legal para poder deportar instaneamente qualquer imigrante que se apresente às autoridades ou sejam pegos na fronteira.

Hoje, foram três voos de San Antonio, cidade que concentra um centro de imigração, para o Haiti, mas o número pode chegar a seis. No aplicativo de rastreamento de voos FlightRadar24, é possível visualizar uma grande quantidade de voos da iAero próximos da fronteira com o México.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias