Com fôlego de uma jovem garota, Ethiopian Airlines completa 75 anos

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A Ethiopian Airlines chega aos seus 75 anos numa posição honrosa, como o maior grupo de aviação pan-africano. Desde seu voo inaugural em 8 de abril de 1946, a companhia aérea superou os altos e baixos da indústria da aviação e os desafios da África para se tornar o maior, mais lucrativo e premiado grupo de aviação do continente. Por conta disso, a empresa batizou seu tema desse ano como “Comemorando 75 anos de excelência”.  

O CEO do Ethiopian Airlines Group, Sr. Tewolde GebreMariam, disse: “Ao comemorarmos 75 anos, avaliamos nossas realizações ao longo de três quartos de século. Entre as realizações da empresa estão o primeiro avião a jato na África, o primeiro voo regular da África Oriental para a África Ocidental, a primeira companhia aérea do Hemisfério Ocidental a voar para a China, o primeiro serviço regular entre as capitais das nações mais populosas do mundo (de Nova Delhi a Pequim), a primeira companhia aérea na África a ter o Boeing 767, 777-200LR, 787 e, mais tarde, o A350.

“Hoje, nosso setor enfrenta um sério desafio apresentado pela Covid-19. O caminho que escolhemos para superar esse desafio é apertar o cinto, mudar a forma de fazer negócios e ser ágil. Continuamos a ser a única companhia aérea comercial que não pediu ajuda do governo e não demitiu um único funcionário.

“Gostaria de aproveitar esta oportunidade para confirmar nosso compromisso com a aviação sustentável e continuar a trabalhar com todas as partes interessadas para melhorar a conectividade aérea da África. Ao felicitar todas as famílias etíopes, gostaria de agradecer aos nossos estimados clientes pelo seu forte voto de confiança, lealdade e apoio”.

A Ethiopian atribui seu sucesso aos quatro pilares de sua estratégia de crescimento. Esses pilares são o desenvolvimento de recursos humanos, frota moderna, desenvolvimento de infraestrutura e tecnologia. Além disso, a empresa diz que continuará a fazer parceria com outras companhias aéreas e governos africanos para criar uma indústria de aviação robusta e competitiva na África, compartilhando sua experiência técnica e de gestão.

Segundo dados do Planespotters, a Ethiopian possui hoje um total de 127 aeronaves dos modelos Airbus A350, Boeing 737, 767, 777, 787 e Dash-8.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Avião Ilyushin IL-76TD Volga-Dnepr

Clássico avião russo IL-76 fará passagem por duas cidades brasileiras

0
Retornará mais uma vez ao Brasil o clássico avião russo Ilyushin IL-76, que desta vez passará por duas grandes cidades brasileiras.