Início Variedades Com pesadas multas, número de confusões em aviões tem queda, mas segue...

Com pesadas multas, número de confusões em aviões tem queda, mas segue alto nos EUA

Em meio a tantas ocorrências de passageiros desordeiros que causam confusões a bordo de aeronaves, surge uma boa notícia após várias medidas trabalhadas para reduzir este problema. Após o enrijecimento das multas e penalidades, além da criação da campanha “Tolerância Zero” para tais passageiros, a Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA) mediu uma taxa de reporte por parte das companhias aéreas muito menor do que o esperado, mostrando a grande queda no número de casos do tipo.

Conforme informa a FAA, Steve Dickson, administrador da FAA disse que “nosso trabalho está tendo um impacto e a tendência está indo na direção certa. Esta continua sendo uma séria ameaça à segurança. A FAA continuará sua política de tolerância zero, manterá sua campanha de conscientização pública e continuará pressionando e fazendo parcerias com todos no ecossistema da aviação para fazer mais”.

Segundo dados recentes da FAA, seis passageiros a cada 10.000 voos causam problemas nos Estados Unidos, número esse que caiu pela metade desde o começo de 2021. Apesar dos baixos registros, esse número ainda é o dobro dos casos registrado no final de 2020.

Ontem noticiamos aqui no AEROIN que a FAA pediu às companhias aéreas que se comprometam a tomar mais medidas e deu um prazo de uma semana para que essas medidas adicionais sejam apresentadas e que entrem em vigor em um mês.

Além disso, a entidade já vinha aplicando pesadas multas desde o início do ano, onde registrou mais de 4.184 casos de passageiros desordeiros. Já na segunda quinzena de agosto deste ano, a FAA propôs mais US$ 531.545 em penalidades civis contra 34 passageiros por supostos comportamentos indisciplinados, elevando o total em 2021 para mais de US$ 1 milhão (cerca de 5,4 milhões de reais).

Leia mais:

Sair da versão mobile