Início Variedades Comandante desiste de decolar para voltar ao terminal e resgatar menino machucado

Comandante desiste de decolar para voltar ao terminal e resgatar menino machucado

Foto de GuoYilin, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia

Uma equipe da companhia aérea China Southern teve que tomar uma decisão rápida e crítica no último dia de abril, quando sua aeronave já estava pronta para decolar. Era o último voo do dia ligando a cidade de Hotan, no sul de Xinjiang, para a capital regional de Urumqi e o avião já estava quase partindo, quando um pai apareceu no terminal pedindo ajuda.

Já era próximo da meia-noite e o CZ-6820 deveria ter partido, mas o destino do voo mudou diante da urgência do caso. Um garoto de sete anos tinha quebrado o braço em um acidente de trator e precisava ser operado com urgência em Urumqi. Aquele voo era a única esperança de salvar o braço do menino.

Imagem: RadarBox

A equipe de solo rapidamente avisou ao comandante do voo e todos concordaram em voltar ao terminal para realizar o resgate. Uma reportagem do site China.org comenta que os passageiros aprovaram e saudaram a decisão da empresa, em prol da saúde do jovem.

Em cerca de uma hora e meia, o avião pousou em Urumqi, onde uma equipe médica especial rapidamente levou o menino a um hospital local. Uma ambulância já havia sido colocada de prontidão e foi escoltada até o aeroporto, onde o braço do menino foi operado e reconectado.

Foi mais uma corrida contra o tempo, que contou com a sensibilidade de muitas pessoas em prol de ajuda a uma outra, tendo a aviação como pano de fundo. O vídeo abaixo, da TV estatal chinesa, mostra algumas imagens do resgate, desde a chegada do rapaz no aeroporto.

Sair da versão mobile