Comissários britânicos são assaltados a mão armada no Rio de Janeiro.

british-airways-londres-a320
Tripulantes da British Airways foram abordados por marginais, tiveram pertences roubados e arma apontada para suas cabeças. Essa foi a traumática experiência passada por colegas tripulantes enquanto caminhavam de volta para o hotel, após terem jantado em uma churrascaria carioca. A empresa aérea agora está aconselhando seu staff a usar táxis ou a não sair após o anoitecer.

Um dos membros do grupo, o comissário Michael Nicholas, 45, postou avisos em redes sociais alertando outros colegas sobre viagens ao Rio de Janeiro. “Um dos nossos tripulantes teve uma arma apontada para sua cabeça enquanto era roubado. Ele estava acompanhado do seu filho. Metade de nós não soube da situação, que ocorrera um pouco atrás, até que ouvimos a forte comoção. Felizmente, o ladrão pegou o telefone, o dinheiro e fugiu, e todos estamos bem, apesar de abalados”, disse.

Segundo a equipe da BA, a polícia local se recusou a ir até o hotel e a situação foi repassada para o time de segurança da empresa aérea, que agora trata o assunto.

A companhia voa para o Rio de Janeiro diariamente e seus tripulantes descansam três dias antes de embarcarem de volta para Londres. Em um comunicado, a empresa afirmou que “leva a segurança de seus pilotos e comissários muito a sério e lhes envia regularmente informações de segurança sobre todos os destinos. Agora, a empresa recomenda táxi e até evitar de sair à noite”.

Informações do Mirror

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.