Veja como age o asfalto poroso das pistas dos aeroportos de Congonhas e Santos Dumont

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Asfalto Poroso Pista Pouso Aeroporto Congonhas
Asfalto da pista de pouso

Ao longo do mês de agosto, a aviação comercial brasileira acompanhou a restrição dos voos do Aeroporto de Congonhas, na capital paulista, por conta da reforma de sua pista principal. No período das obras, apenas aviões ATR da Azul e da Passaredo decolaram pela pista auxiliar, e muito se falou sobre o asfalto poroso que estava sendo aplicado.

O mesmo já havia ocorrido cerca de um ano atrás, quando o Aeroporto Santos Dumont, na capital carioca, também passou pela reforma de pista com a utilização da mesma tecnologia de pavimento com asfalto poroso.

Embora saibamos que um material ser poroso significa ter boa absorção de líquidos, fica a curiosidade sobre como é a atuação prática deste asfalto aplicado nas pistas de pouso, para que elas não acumulem água e levem os pneus dos aviões à aquaplanarem.

Essa curiosidade é satisfeita por um vídeo divulgado oficialmente pela Infraero, mostrando mais detalhes sobre a intervenção feita no Aeroporto de Congonhas. Além de falar de forma generalizada sobre as obras, as imagens apresentam alguns rápidos lances do asfalto atuando.

É bem interessante ver como a água é absorvida na superfície e escorre por baixo do pavimento poroso. Confira o vídeo da Infraero a seguir, com uma explicação completa sobre a tecnologia e as consequências positivas para a segurança da operação das aeronaves:

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias