Companhia aérea anuncia retomada dos voos, mas só vacinados podem embarcar

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

ATR-72 da Israir. IMAGEM: Kwo/Wikimedia

A empresa aérea israelense Israir Airlines anunciou, em 21 de fevereiro, o início da retomada gradativa de voos após a paralisação total da aviação em Israel em decorrência da COVID-19. Contudo, apenas passageiros vacinados contra a doença, ou que já tenham se recuperado totalmente de uma contaminação no passado, poderão viajar.

De acordo com o jornal Israel Hayom, os passageiros desses voos devem confirmar, no momento da reserva, que possuem uma carteira de vacinação válida ou um certificado de recuperação total do coronavírus. Os documentos devem ser apresentados aos funcionários antes do embarque. Todos os aviões também serão devidamente desinfetados, informa a companhia.

A rota inicial será entre Tel Aviv e a cidade turística de Eilat, no extremo sul do país. A venda de passagens foi iniciada na terça-feira, 23 de fevereiro. No momento é realizado apenas um voo diário com um ATR-72.

Nesses voos, toda a equipe de bordo usará adesivos com os dizeres: “Eu também fui vacinado!”. A medida faz parte do projeto “Green Badge” (crachá verde), que aumenta  a circulação de pessoas que já tenham sido vacinadas.

A companhia, ressaltou, contudo, que, tão logo seja possível, irá retomar a programação normal de voos, com embarque aberto também para não-imunizados. Os “voos verdes”, no entanto, devem permanecer por tempo indeterminado.

Fabio Farias
Jornalista e curioso por natureza. Passou um terço da vida entre aeroportos e aviões. Segue a aviação e é seguido por ela.

Veja outras histórias