Companhia aérea Emirates iniciará mais uma rota na América do Sul

A Comissão peruana de Promoção de Exportação e Turismo (Promper) informou à imprensa peruana que a Emirates iniciará suas operações no Peru em breve, reportou a Rádio Nacional. Esse anúncio veio durante a participação de quase 100 empresários exportadores peruanos e operadores turísticos na Expo Peru Dubai, um evento que estimulou as conversações entre as autoridades peruanas e representantes da Emirates, a fim de motivar a empresa árabe a investir no Peru.

Desta forma, a companhia aérea dos Emirados Árabes iniciaria uma ligação entre Dubai e Lima, no que resultaria na quinta rota da empresa aérea para a América Latina, depois de Brasil, Argentina, Chile e México. Além do voo de passageiros, o órgão disse que há o apetite para abertura de uma rota regular exclusivamente cargueira.

Apesar das declarações dos oficiais, a Emirates não emitiu nenhuma nota falando sobre a abertura de uma nova rota, com qual equipamento ou a partir de quando.

Declarações oficiais

“Depois de uma série de reuniões, podemos anunciar oficialmente que o Peru se tornará o quinto país da América Latina a ter voos diretos de Dubai. Com este acordo, vamos aumentar a oferta turística e aumentar os embarques para a cidade dos Emirados, considerada a terceira maior plataforma de reexportação do mundo”, disse o ministro do Comércio Exterior e Turismo, Edgar Vasquez Vela.

Avião Airbus A380 Emirates
Airbus A380 da Emirates

Da mesma forma, o presidente executivo da Promper, Luis Torres Paz, lembrou que Dubai importa 85% de suas necessidades alimentares, de modo que a operação da Emirates se torna uma grande oportunidade para os alimentos produzidos no Peru chegarem ao mundo árabe. “Isso também nos permitirá estabelecer nossas estratégias para promover o país para oferecer nossos destinos turísticos mais emblemáticos”, disse ele.

De acordo com o Escritório de Comércio do Peru em Dubai, as exportações peruanas para os Emirados Árabes Unidos deverão ultrapassar US$ 1 bilhão até o final de 2019. Além disso, a instituição lembrou que o Peru é o terceiro maior investidor da América Latina nos Emirados Árabes Unidos e foi o segundo maior destino da América do Sul para investimentos de empresas árabes em 2018.

A abertura de uma ligação com o Peru também facilitará as viagens de equatorianos, bolivianos e colombianos para a Ásia, usando Dubai como centro de conexões.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias