Companhia aérea lança refrigerador de alta tecnologia para transporte de vacinas

Novo DoKaSch Opticooler RAP. Divulgação Delta Cargo.

A Delta Cargo, subsidiária da companhia aérea norte-americana Delta Air Lines, iniciou a utilização de um novo aparato tecnológico especialmente desenvolvido para o transporte de vacinas e produtos farmacêuticos em geral. A empresa aprovou o uso do DoKaSch Opticooler RAP, contêiner refrigerado que promete atrair a atenção do mercado logístico para a distribuição da vacina contra COVID-19 nos próximos meses.

Controle climático

O novo contêiner é uma solução de controle climático de última geração fabricada pela empresa alemã Dokasch. A novidade oferece às empresas farmacêuticas e de ciências biológicas opções controladas e confiáveis ​​de temperatura de 2 a 8°C e 15 a 25° C, o que possibilita o transporte de vacinas sem a necessidade de gelo seco.

De acordo com o informe divulgado à imprensa pela Delta, o Opticooler possui um grande painel de controle e redundância quádrupla para todas as partes críticas. Isso que significa que há backup automático para cada benefício técnico em caso de falha. O grande compartimento de carga acomoda facilmente de quatro a cinco pallets de carga, além de ter uma bateria independente com autonomia de até 120 horas e apenas quatro horas para de recarga, no máximo.

“A introdução do Opticooler proporciona mais opções aos nossos clientes que procuram contêineres confiáveis para a crescente demanda global por envios farmacêuticos e de vacinas”, disse o vice-presidente da Delta Cargo, Shawn Cole. “Ao lado de nossos parceiros da joint venture Air France-KLM Cargo, agora podemos oferecer uma experiência transatlântica perfeita. Isso ajuda a manter as cadeias de abastecimento em ação e garante a entrega segura de remessas sensíveis à temperatura durante a pandemia atual”, conclui Cole.

Mais opções

Andreas Seitz, diretor administrativo da DoKaSch Temperature Solutions, disse que o acordo com a Delta oferece mais opções de transporte para exportadores de produtos farmacêuticos sensíveis, o que é especialmente importante para o transporte das vacinas contra COVID-19 que acontecerá em breve. “Muitos envios requerem uma faixa de temperatura entre 2°C e 8°C durante o transporte, que é exatamente para o que nosso Opticooler foi feito”, explica Seitz. “A Delta expande ainda mais nossa extensa rede global, o que nos permite oferecer nossas soluções de embalagem com temperatura controlada em ainda mais locais”, acrescenta.

A Delta foi a primeira transportadora de passageiros dos Estados Unidos a receber a Certificação Pharma Logistics do Centro de Excelência para Validadores Independentes (CEIV) da IATA. Este prêmio significa que a empresa está em conformidade em 49 aeroportos aprovados pela Pharma em todo o mundo.

Fabio Farias
Jornalista e curioso por natureza. Passou um terço da vida entre aeroportos e aviões. Segue a aviação e é seguido por ela.

Veja outras histórias

Último dos três Airbus A350 da força aérea alemã sai do...

0
O último dos três supermodernos Airbus A350 da Força Aérea Alemã está pronto e iniciou sua campanha de voos de teste.