Companhia iraquiana dá “jeitinho” para voar à Europa, mesmo estando na blacklist da UE

A companhia Iraqi Airways, do Iraque, está proibida de voar há anos para vários países da Europa por falta de segurança, mas deu um jeitinho para pular a regra.

Foto de Rosedale7175 via Flickr (CC)

Desde 2015, a Iraqi Airways figura na chamada blacklist da União Europeia, que é uma lista de banimento elaborada pelo bloco e que proíbe certas companhias aéreas que não têm níveis de segurança mínimos de voarem ao continente. No entanto, ainda assim a empresa conseguirá voltar a fazer voos para a Europa, mas utilizando jatos de outra empresa.

Segundo o portal CH-Aviation, a empresa alugou um Boeing 737-800 da Air Explore, da Eslováquia, em regime de wet-lease. Neste sistema, o avião é alugado juntamente com a tripulação completa, além de mecânicos e todo suporte para a aeronave ficar operacional.

“Nós assinamos um contrato com a Air Explore para começar quatro voos para a Alemanha, um para Copenhague e outro para Londres, todos no início de dezembro”, afirmou Balsam Al-Samer, representante da companhia na Alemanha.

A empresa já utilizou deste sistema entre 2017 e o início da pandemia, utilizando jatos Airbus A320 da finada Atlas Global, da Turquia. Neste caso, os aviões estavam inclusive com registros iraquianos e com a pintura da Iraqi Airways.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias