Início Aeroportos Conheça as rotas aéreas mais intensas do Brasil no 1º semestre de...

Conheça as rotas aéreas mais intensas do Brasil no 1º semestre de 2021

Nos últimos dias, acompanhamos os rankings dos aeroportos brasileiros que mais movimentaram passageiros no 1º semestre e no mês de junho, com base nas estatísticas atualizadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) durante a semana.

Agora, trazemos uma análise das rotas aéreas mais intensas em quantidade de passageiros entre dos terminais brasileiros ao longo do primeiro semestre deste ano de 2021.

Avaliando o ranking que você verá abaixo nesta matéria, das 20 primeiras rotas em números de passageiros, somados ambos os sentidos do trajeto, todas as ligações foram domésticas (refletindo as restrições internacionais de viagem devido à Covid-19) e todas ligando aeroportos de estados diferentes.

Entre elas, apenas uma rota não passa por um aeroporto do estado de São Paulo: é a ligação entre Brasília e Rio de Janeiro (Santos Dumont), que movimentou 342.119 passageiros e ocupou a 11ª posição do semestre.

Entre as outras 19, onze passam por Guarulhos, cinco por São Paulo (Congonhas) e três por Campinas (Viracopos).

Na ponta oposta destas ligações, a cidade do Rio de Janeiro (Santos Dumont) tem 4 rotas; Recife e Brasília têm 3 cada; e Porto Alegre, Belo Horizonte/Confins e Salvador têm 2 cada.

A primeira colocação ficou com a rota entre o Aeroporto de Guarulhos e o de Recife, com 654.151 passageiros transportados ao longo dos 6 meses, seguida bem de perto pela ponte aérea Rio-São Paulo, que movimentou 650.919 passageiros entre os Aeroportos de Congonhas e Santos Dumont.

Veja a seguir o ranking completo das 20 rotas aéreas mais movimentadas do Brasil no 1º semestre de 2021 (Nota: a correspondência entre os códigos e os nomes dos aeroportos pode ser consultada clicando aqui).

Rotas mais movimentadas do Brasil no 1º semestre – Imagem: gcmap

Apesar dessa proximidade entre as duas primeiras colocações do ranking semestral, os dados de junho apontam que a posição se mantém inalterada no mais recente mês publicado. Foram 116.833 passageiros entre Guarulhos e Recife, e 114.138 entre Congonhas e Santos Dumont.

Variações sobre o pré-Covid

No ranking abaixo, que compara as 20 rotas mais movimentados deste 1º semestre de 2021 com as 20 primeiras do período homólogo anterior à crise da Covid-19 – o 1º semestre de 2019 -, nota-se que quase todas as ligações partindo do Aeroporto de São Paulo (Congonhas) caíram no ranking. A exceção ficou com as ligações da capital paulista com cidades no Nordeste, que acabaram se beneficiando como destinos turísticos em função dos bloqueios para viagens internacionais.

No caso de Guarulhos, o movimento foi oposto. A maior parte das rotas teve ótimas melhoras no ranking, com exceção da ligação com o Rio de Janeiro (Galeão) e dos voos internacionais que ainda são afetados pelos muitos fechamentos de fronteiras vigentes.

Em termos de números brutos de passageiros transportados, o destaque fica com quatro rotas que já movimentaram mais passageiros neste 1º semestre de 2021 do que o faziam no mesmo período de 2019.

São elas as ligações entre:
– Guarulhos e Rio de Janeiro (Santos Dumont);
– São Paulo (Congonhas) e Recife;
– Campinas (Viracopos) e Rio de Janeiro (Santos Dumont); e
– Campinas (Viracopos) e Recife.

Acompanhe a seguir os números e as variações das 20 mais movimentadas rotas aéreas brasileiras dos 1ºs semestres de 2019 e de 2021.

Com dados da Agência Nacional de Aviação Civil

Sair da versão mobile