Copa está criando a low-cost das Américas

Copa 737

O grupo panamenho Copa Holdings iniciou o processo de certificação do que denomina “La Nueva Aerolínea S.A”, uma empresa que operará sob o conceito low-cost para transporte de passageiros, carga e correio por toda a América Latina.

Segundo o comunicado da empresa, a companhia terá como sede central o aeroporto Panamá Pacífico, uma antiga base militar dos Estados Unidos, localizada a 10 quilômetros da capital Cidade do Panamá.

“A nova empresa aérea está em processo de certificação pela Autoridad de Aeronáutica Civil (ACC) e, no momento, não foram definidas datas ou rotas. Uma vez tenhamos o certificado de operação, operaremos sob um conceito de baixo custo”, assinalou a nota à imprensa da Copa Holdings.

Panama Pacifico
Vista do aeroporto internacional Panama Pacifico

Com a “La Nueva Aerolínea S.A”, a Copa estaria focada em ampliar os serviços na América Latina, a partir do seu hub estrategicamente posicionado, bem no centro do continente americano. Essa localização privilegiada fez com que a Copa batizasse o aeroporto de Tocumen, o principal da capital panamenha, com o nome de hub das Américas, e semelhantemente deve ocorrer com a sua low-cost.

O grupo adiantou que a nova linha aérea já tem em vista vários destinos na região, incluindo Havana (Cuba), Maiquetía (Venezuela), Lima (Peru), San José (Costa Rica), e as colombianas Bogotá, Cali, Medellín, Cartagena, Pereira, Barranquilla e Santa Marta. Apesar de não comentado, certamente, o Brasil está nos planos.

A empresa já opera uma companhia de baixo custo na Colômbia, a Wingo. Como as frotas da Copa e da Wingo são padronizadas com Boeing 737, espera-se que a “La Nueva Aerolínea” siga no mesmo rumo.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias