Definido corredor aéreo para testes de aviões supersônicos civis

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

XB-1 – Imagem: Boom Supersonic

Depois de termos acompanhado neste ano de 2020 a apresentação do XB-1, o mais recente protótipo para testes voltados ao retorno dos voos civis supersônicos de passageiros, os Estados Unidos já se movimentam na preparação para os ensaios que devem começar nos próximos meses.

A governadora, Laura Kelly, e a secretária Julie Lorenz, do Departamento de Transportes do Kansas (KDOT), anunciaram ontem, 17 de dezembro, que finalizaram com a Administração Federal de Aviação (FAA) um acordo para estabelecer o Corredor de Transporte Supersônico (SSTC – Supersonic Transportation Corridor) para uso em testes de aeronaves não militares que voam mais rápido que a velocidade do som (velocidade “mach”).

“Ser capaz de entregar esta nova oportunidade para nosso país é mais um exemplo do Kansas consolidando sua reputação como líder nacional na indústria de aviação”, disse a governadora Kelly. “Este corredor de voo de alta altitude dá ao Kansas uma vantagem estratégica ao atrair empresas envolvidas no desenvolvimento de aeronaves supersônicas e desempenhará um papel significativo na capacidade de nosso estado de incentivar o desenvolvimento econômico à medida que nos recuperamos da pandemia de COVID-19.”

O processo envolveu coordenação com a FAA, a NASA, o Centro de Controle de Tráfego Aéreo e o Instituto Nacional de Pesquisa de Aviação da Universidade Estadual de Wichita.

As previsões da indústria mostram um mercado para até 300 aeronaves supersônicas sofisticadas em um período de 10 anos, representando até US$ 40 bilhões em receitas e exigindo uma “grande base de talentos de manufatura qualificados”.

Avião Boom Supersonic Overture
Overture, futuro avião supersônico de passageiros – Imagem: Boom Supersonic

“Este ano marca 73 anos desde que Chuck Yeager quebrou a barreira do som e, com este corredor de voo supersônico, o Kansas terá um papel único na próxima geração de transporte supersônico”, disse Jerry Moran, senador do estado.

O Kansas SSTC é um corredor de 770 milhas náuticas (1426 quilômetros) de comprimento a uma altitude de 39.000 pés (11,9 quilômetros) ou acima dela. O Centro de Controle de Tráfego de Rota Aérea de Kansas City da FAA avaliou essa rota para proteger a segurança e a eficiência do sistema do espaço aéreo do país.

Esquematização do corredor supersônico do Kansas

Estado do Kansas – Imagem: Google Maps

Este corredor fica inteiramente no espaço aéreo federal acima do Kansas, percorrendo toda a extensão do estado, logo ao norte da fronteira Kansas-Oklahoma. A rota suportará voos até Mach 3 e está ao alcance de vários aeroportos equipados para fornecer combustível, suporte terrestre e técnico.

Bob Brock, Diretor de Aviação da KDOT, disse que o SSTC dá a inovadores como Boeing, Lockheed Martin, Aerion, Spike e Boom Aerospace o espaço aéreo necessário para testar projetos de aeronaves que reduzam o impacto do som nas comunidades próximas. Brock disse que o corredor supersônico do Kansas também oferece vantagens logísticas por ser a primeira e única rota de teste de voo supersônico comercial no interior do país.

Informações do governo do Kansas

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias