Início Aeroportos COVID-19 leva desafiadora ilha no Atlântico Sul a receber um Airbus pela...

COVID-19 leva desafiadora ilha no Atlântico Sul a receber um Airbus pela 1ª vez em sua história

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram.

Uma pequena ilha na região sul do Oceano Atlântico presenciou um momento histórico por consequência da pandemia da COVID-19, ao receber pela primeira vez em seu desafiador aeroporto uma aeronave Airbus, e o pouso foi gravado em vídeo.

Vídeo Airbus A318 Pouso Ilha Santa Helena

O fato ocorreu na última segunda-feira, 20 de abril, quando o Airbus A318 de matrícula G-EUNB, da companhia aérea Titan Airways, efetuou um voo especial desde a Inglaterra até a remota Ilha de Santa Helena no hemisfério sul. Segundo o FlightRadar24, a operação levou suprimentos médicos relacionados ao combate do coronavírus, e isso marcou o primeiro pouso de um Airbus na ilha, segundo o Flight Global.

O aeroporto local foi inaugurado em junho de 2016 com sua pista contando com longos 1.950 metros de comprimento. A título de comparação, a maior pista do Santos Dumont, no Rio de Janeiro, que é capaz de receber aviões Airbus A320 e Boeing 737-800, possui 1.323 metros, e até mesmo a de Congonhas, na capital paulista, é ligeiramente mais curta, com 1940 metros.

Mas se essa ilha é tão pequena e isolada no meio do oceano entre o Brasil e a África, e possui um aeroporto com boa pista, porque nunca antes um Airbus havia pousado lá?

Os desafios de Santa Helena

Talvez você não tenha tomado conhecimento ou não se lembre, mas, cerca de dois anos e meio atrás, mostramos aqui no AEROIN um acontecimento bastante peculiar sobre o aeroporto da Ilha de Santa Helena, e que envolve também a fabricante brasileira de aviões Embraer.

Apesar da inauguração da pista em 2016, que levaria ao fim da necessidade de longas viagens marítimas para a chegada e saída da ilha, as primeiras tentativas de pouso se mostraram inviáveis devido aos fortes ventos que incidem por lá. Com o terreno acidentado de Santa Helena, o único local em que foi possível construir a pista não permitia fazê-la alinhada com o vento.

Assim, a empresa aérea africana Comair desistiu de seus planos de fazer voos com o modelo Boeing 737-800, depois que testes de aproximação mostraram que era arriscado demais operar diante dos ventos. Veja o pouso de um 737 da British Airways que ocorreu em 2016 no local:

A hora da Embraer

Foi aí que entrou na história a Embraer. Em janeiro de 2017, a fabricante enviou um jato E190 para a ilha e completou diversos pousos bem sucedidos mesmo nas condições adversas de vento.

Como resultado, em outubro do mesmo ano a companhia aérea Airlink estreou voos regulares com o E190 partindo de Joanesburgo, na África do Sul. Veja como foi a chegada do primeiro voo:

Desde então, nunca um avião Airbus havia operado no aeroporto, até este final de semana. O Airbus A318, que apresenta em seu interior uma configuração especial VIP de apenas 32 assentos, partiu do London-Stansted e fez uma escala em Accra, em Gana, antes de prosseguir ao Atlântico Sul.

O FlightRadar24 mostra que o jato ainda parou em uma base militar inglesa na Ilha de Ascensão, também no meio do Oceano Atlântico, antes de concluir sua jornada até Santa Helena.

O trecho final até a Ilha de Santa Helena – Imagem: FlightRadar24

Também segundo o Flight Global, a Titan Airways informou que a tripulação realizou seis aterrissagens em condições semelhantes às da ilha, para treinamento antes de partir para o voo: “Santa Helena é um aeroporto de categoria C que exige treinamento específico da tripulação e aprovação regulatória devido a problemas conhecidos de vento cortante encontrados na aproximação final”.

O A318 ainda realizou voos locais durante a tarde do dia 20 de abril, o que pode indicar que os pilotos estavam treinando para outras operações futuras na ilha. Pode ser que Santa Helena saia levando algo positivo dessa pandemia!

Confira a seguir o interessante vídeo que mostra não apenas a chegada do voo especial, mas também os treinamentos de decolagens, arremetidas e pousos:

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram.