Covid-19: OACI estabelece Força-Tarefa para Recuperação da Aviação Civil

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Representantes de 36 países do Conselho Governante da Organização Internacional da Aviação Civil (OACI) estabeleceram uma nova Força-Tarefa para a Recuperação da Aviação global, em resposta aos sérios impactos causados no setor pelo covid-19, além da necessidade de ampla coordenação envolvendo governo e a indústria para ajudar a reconectar o planeta.

Argentina prevê parar sua aviação até setembro

O objetivo da nova Força-Tarefa será identificar e recomendar prioridades e políticas estratégicas para países e a indústria.

Segundo a OACI, ela analisará dados governamentais e do setor, a fim de obter soluções aos desafios imediatos que estão sendo sentidos em todo o mundo e apontar as prioridades a serem abordadas para reiniciar a aviação mundial, em um mundo pós-covid, além de torná-lo mais resiliente e responsivo.

“Como sabemos, a conectividade aérea é fundamental para o desenvolvimento econômico e sustentável em todas as regiões do planeta. Consequentemente, uma recuperação eficaz do transporte aéreo internacional é essencial para apoiar a recuperação econômica mundial pós-pandemia do covid-19”, observou Salvatore Sciacchitano, presidente do Conselho da OACI, durante a primeira reunião da Força-Tarefa.

“O setor enfrentou várias crises no passado, das quais conseguiu recuperar sua posição graças a iniciativas oportunas da OACI. O progresso alcançado ao longo de décadas pode ser totalmente apagado se o setor não for retomado com rapidez e eficácia”, acrescentou.

“Nestes tempos incertos e de circunstâncias excepcionais, a OACI está sendo chamada a resgatar o transporte aéreo internacional e facilitar a retomada das operações”, destacou Sciacchitano, em suas observações à Força-Tarefa.

A nova força-tarefa é composta por membros do Conselho e representantes de alto nível da indústria da aviação, incluindo diretores-gerais das principais associações do setor de transporte aéreo. Também estão representadas entidades da ONU, como a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização Mundial de Turismo (OMT), bem como os chefes de várias agências administrativas de aviação nacionais e regionais.

O Conselho espera o primeiro resultado da Força-Tarefa até o final de maio.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Rodnei Diniz
Engenheiro aeronáutico e mecânico, atuante em gestão de manutenção aeronáutica, aviação geral, executiva e comercial. Atento aos detalhes, gosta de ler e escrever sobre a história da aviação.

Veja outras histórias

Com falha, avião da Sete Táxi Aéreo pousa em BH ajudado...

0
Na última quarta-feira, 24 de fevereiro, uma aeronave do modelo Mitsubishi MU2B da empresa SETE Táxi Aéreo, sediada em Goiânia