Início Variedades Criança escapa dos pais e viaja por esteira de bagagem e por...

Criança escapa dos pais e viaja por esteira de bagagem e por Raio-X do aeroporto

Um curioso caso aconteceu em um aeroporto dos Estados Unidos, quando uma criança, sem o olhar dos pais, acabou furando o sistema de segurança, acessou o sistema de esteiras de bagagem e até foi ‘engolida’ pela máquina de Raio-X usada para checagem de bagagens.

Cena do vídeo que você verá logo a baixo

A ocorrência, que pode parecer engraçada, mas é muito preocupante e perigosa, aconteceu na tarde do último sábado, dia 1º de maio, na sala de check-in do Terminal 1 do Aeroporto Internacional de Minneapolis-Saint Paul, nos Estados Unidos.

O menino de nove anos estava acompanhado de seus pais e um grupo com cerca de 20 pessoas, que estavam despachando as malas, quando sem os olhares atentos dos pais ele acabou passando despercebido pela equipe do aeroporto e acessou a esteira de verificação de bagagens.

Em declaração ao portal local MPR News, o porta-voz do aeroporto, Pat Hogan, disse:

“Houve muita confusão porque havia muitas pessoas no grupo. Eles estavam todos verificando suas malas e colocando suas próprias malas nas esteiras, então levaram um segundo para perceberem que ele estava desaparecido – mas assim que perceberam, as pessoas entraram em ação e a polícia foi capaz de encontrá-lo rapidamente.”

O pequeno garoto viajou pelas esteiras de bagagens e, cerca de 5 minutos após o sumiço, felizmente foi encontrado pelos policiais, sem nenhum ferimento. O vídeo abaixo mostra o momento em que a criança de nove anos é levada pela esteira para dentro da máquina Raio-X e, logo depois, volta para fora e desce da esteira na área restrita do aeroporto.

O porta-voz do aeroporto disse que revisões internas serão feitas para que casos de incidente como este não aconteçam mais.

Conforme relata a fabricante de sensores, a SICK, todo o sistema de classificação de bagagem podem representar um perigo significativo para as pessoas, entre elas, crianças pequenas que, aguçadas pela curiosidade, tentam acessar e invadir os métodos de segurança para acessar as esteiras.

A fabricante ainda relata um incidente que ocorreu em 2019, quando uma criança também conseguiu acessar a esteira. A mesma ‘viajou’ por cinco minutos até ser encontrada por um colaborador do aeroporto, apenas com um ferimento de uma mão quebrada, bastante pequeno visto que poderia ter sido mais grave.

Visando impedir novos incidentes, a empresa sugere que os aeroportos instalem sensores que possam detectar objetos que não são bagagens.

Sair da versão mobile