De olho na recuperação da aviação, locadora faz seu 1º pedido de aviões à Boeing

Concepção gráfica do 737 MAX-8 da Griffin – Imagem: Griffin Global Asset Management

A Boeing e a Griffin Global Asset Management anunciaram que a locadora de aeronaves está expandindo seu portfólio de produtos comerciais com cinco novos jatos 737MAX-8. A compra é o primeiro pedido direto da Griffin para a Boeing, pois ela vê oportunidades estratégicas para colocar os aviões durante a recuperação do mercado.

“À medida que as condições do mercado se recuperam, estamos encontrando oportunidades para atender nossos clientes de companhias aéreas de maneiras inovadoras. Um componente importante dessa estratégia é fornecer capacidade equilibrada que atenda à demanda de retorno de passageiros. O 737-8 está bem posicionado para apoiar esse objetivo, e este pedido estabelece uma base sólida para mais oportunidades futuras com a Boeing e a Griffin”, disse Ryan McKenna, fundador e CEO da Griffin.

Projetada e construída em Renton, Washington, a família 737 MAX oferece redução do uso de combustível e das emissões de carbono em pelo menos 14% em comparação com os aviões que substitui. O 737-8 acomoda até 189 passageiros e pode voar 3.550 milhas náuticas – cerca de 600 milhas a mais que seu antecessor – permitindo que as companhias aéreas ofereçam rotas novas e mais diretas aos passageiros.

Cada 737 MAX apresenta o novo Boeing Sky Interior, destacado por paredes laterais esculpidas e janelas modernas, iluminação LED que aumenta a sensação de espaço e maiores compartimentos superiores de armazenamento de bagagem.

“A Griffin Global Asset Management está construindo um negócio de leasing de aeronaves de primeira classe e estamos muito satisfeitos por eles terem escolhido o 737-8 para seu portfólio de aviões de corredor único. Enquanto a Griffin faz seu primeiro pedido direto com a Boeing, damos as boas-vindas e estamos ansiosos para trabalhar com a equipe no futuro”, disse Ihssane Mounir, vice-presidente sênior de Vendas Comerciais e Marketing da Boeing.

Informações da Boeing

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias