De olho no mercado judeu, Emirates lança seu serviço de catering kosher

Emirates Boeing 777-300ER
Imagem: Emirates

Na semana passada, soube-se que a Emirates Airline obteve aprovação para operar voos entre o Dubai e Tel Aviv, dias após o restabelecimento das operações aéreas entre os dois estados. Apesar do início das operações ainda ter uma data definida, a empresa emiradense parece estar empenhada em tornar a experiência dos passageiros judeus o mais prazerosa possível.

Nosso parceiro Aviacionline contou essa história recentemente, destacando que a aprovação do pedido de voos e a consequente autorização não implica automaticamente a exploração comercial da rota. No momento, a Emirates informou que conduzirá uma revisão da demanda e uma variedade de fatores operacionais antes de tomar qualquer decisão de iniciar os serviços. 

No entanto, algo parece estar em movimento na Emirates rumo à abertura dessa rota. Isso porque a empresa aérea de classe mundial, por meio da Emirates Flight Catering, acaba de firmar parceria com a CCL Holdings para estabelecer uma unidade dedicada à produção de alimentos kosher nos Emirados Árabes Unidos. A empresa se chamará Kosher Arabia e a produção está prevista para começar em janeiro de 2021. A Emirates Flight Catering administra uma das maiores operações de catering do mundo, atendendo a mais de 100 companhias aéreas.

A equipe culinária Emirates cuidará de toda a produção de alimentos, enquanto a CCL Holdings fornecerá certificação e supervisão da produção, incluindo suporte para o desenvolvimento de cardápios e aquisição de alimentos.

O CEO da Emirates Flight Catering, Saeed Mohammed, disse: “Estamos muito satisfeitos em entrar em um acordo com a CCL para fornecer comida kosher. Por muitos anos, a Emirates oferece refeições kosher principalmente para nossos clientes de companhias aéreas, por meio de um fornecedor terceirizado no exterior.

Mohammed acrescentou: “Olhando para as tendências globais de alimentos kosher e com os desenvolvimentos recentes, esperamos que a demanda por esse tipo de alimento nos Emirados Árabes Unidos e na região cresça rapidamente. Nossa associação cobrirá todos os canais de alimentação e também exploraremos as aberturas de restaurantes”.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Avião Boeing 737-800 Flybondi

Flybondi programa de retomada dos voos e volta ao Brasil com...

0
A low-cost argentina divulgou a programaçao dos voos nas primeira ssemanas após liberação das viagens aéreas pelo governo do país.