Início Aviação Militar DECEA monta grupo para criação do primeiro curso de capacitação na área...

DECEA monta grupo para criação do primeiro curso de capacitação na área de Drones

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Imagem: Inmortal Producciones via Pexels.com

O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) informa que, no último dia 26 de março, foi formado um Grupo de Trabalho (GT) para criação do primeiro curso de capacitação na área de Drones do Comando da Aeronáutica.

A intenção é o aprimoramento técnico e operacional dos militares que fazem parte das equipes de Sistema de Aeronave Não Tripuladas (UAS), dos órgãos regionais e do Subdepartamento de Operações (SDOP) do DECEA.

Batizado de UAS001, o GT estará sob a coordenação da Seção de Planejamento de Sistema de Aeronave Não Tripulada do DECEA (DPLN8), subordinada ao SDOP, e tem o objetivo de formatar um programa de estudo e, consequentemente, a elaboração dos requisitos necessários em nível de cognição e consciência situacional.

A ideia é que os profissionais da área possam executar suas tarefas diante das mais diversas demandas que envolvem o tema. “Duas foram as inquietações que tivemos, as autorizações para os voos de Drones que estão cada vez mais sendo solicitadas e a qualificação profissional das nossas equipes. É com imensa satisfação que o Planejamento do DECEA avança com esse projeto”, afirmou o Major Aviador Bruno Roberto de França, Chefe da DPLN8.

Foram apontados temas de grande relevância com foco na excelência da capacitação, como a segurança operacional e a avaliação de risco. Outro assunto será a aplicação das sanções administrativas devido ao acesso irregular ao espaço aéreo brasileiro por Aeronaves Não Tripuladas (UAS).

Há questões ainda sobre o gerenciamento do tráfego aéreo e o impacto no fluxo dos voos não informados ao DECEA, por meio do cadastro no SARPAS (Solicitação de Acesso de Aeronaves Remotamente Pilotadas).

Farão parte do GT todos os Órgãos Regionais: Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA) I, II, III, IV, Centro Regional de Controle do Espaço Aéreo Sudeste (CRCEA-SE), Assessoria de Segurança Operacional do Controle do Espaço Aéreo (ASEGCEA), Junta de Julgamento da Aeronáutica (JJAER) e Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA).

Também compõem o GT duas oficiais pedagogas, a Primeiro Tenente Krícia Glenda Alves Ferreira e a Aspirante Helma Resende Rocha dos Santos, com a função de orientar a formalização dos documentos didáticos pertinentes à capacitação, tais como objetivos, específicos e operacionalizados, plano de unidade didática, currículo mínimo e demais competências que envolvem o tema.

Para o Primeiro Tenente Especialista em Controle de Tráfego Aéreo Eduardo Silva, Chefe da Seção de Coordenação de Sistema de Aeronave Não Tripulada (DCCO8), que supervisiona o Grupo junto ao setor de Planejamento, a transdisciplinaridade é uma ferramenta imprescindível para dar vida a esse projeto.

“Um Grupo de Trabalho tem o objetivo de promover a troca de conhecimento e experiências entre seus integrantes, e é isso que vislumbramos, construir algo novo a partir das vivências operacionais de cada participante”, afirmou.

O período definido para as atividades do GT será de 3 a 14 de maio de 2021, nas dependências do Instituto de Controle do Espaço Aéreo (ICEA), em São José dos Campos (SP).

O objetivo é que o curso UAS001 integre o Programa de Atividades de Ensino e Atualização Técnica do DECEA (PAEAT), assim como outras propostas para qualificação na área dos Drones no âmbito do Comando da Aeronáutica.

Para o Tenente-Coronel Aviador Diego Henrique de Brito, novo chefe da Divisão de Coordenação e Controle (DCCO), do Subdepartamento de Operações: “a importância do curso consiste na atualização do nosso pessoal em direção a realidade de utilização do espaço aéreo já que a perspectiva de ocupação é crescente. Deste modo, a capacitação consiste em um dos pilares para harmonização do espaço aéreo que deve se manter seguro e ordenado”.

Pela Assessoria de Comunicação Social do DECEA

Sair da versão mobile